CeluloseNotícias

Exportações de celulose somam US$ 1,3 bilhão no 1º trimestre

Boletim Cenários Ibá mostra que o setor de árvores cultivadas manteve seu ritmo de produção acelerado no primeiro trimestre do ano

O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), demonstrou que o setor de árvores cultivadas manteve seu ritmo de produção acelerado. Com aumento na fabricação de celulose (+8%) e papel cartão (+12,1%) durante o primeiro trimestre de 2021, em comparação ao mesmo período do ano anterior, a indústria forneceu itens básicos durante a pandemia como embalagens de papel, máscaras cirúrgicas, aventais hospitalares e toucas.

“Durante toda esta pandemia, o setor de árvores cultivadas vem reforçando seu compromisso com a sociedade, cuidando de seus colaboradores e levando itens essenciais à casa de todos”, comentou o embaixador José Carlos da Fonseca Jr., diretor executivo da Ibá, afirmando que é preciso pensar em uma retomada verde para a recuperação da economia. “Os avanços demonstrados em celulose e papel cartão, utilizado em embalagens, demonstram que esta é uma agroindústria que tem potencial para iluminar o caminho da bioeconomia no país a partir de produtos que estão dentro da casa de todos”, completou.

Nos três primeiros meses do ano, os produtos da indústria de base florestal atingiram US$ 1,8 bilhão em comercializações com outros países. As exportações de celulose totalizaram US$ 1,3 bilhão, enquanto as vendas externas de papel somaram US$ 377 milhões.

No intervalo, a China continuou sendo o principal mercado da celulose nacional, adquirindo US$ 530,5 milhões da matéria-prima. Já a América Latina é o destino com maior negociação para papéis (US$ 227,1 milhões).

Fonte
Ibá
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo