NotíciasTissue no Mundo

Essity lança seu primeiro papel toalha sem tubete

O Okay Sans Tube é ecologicamente correto e usa 30% menos embalagens de plástico

A Essity, empresa líder mundial em saúde e higiene, lançou na França o novo Okay Sans Tube, seu primeiro papel toalha sem tubete. Os novos rolos de papel toalha são ecologicamente corretos, não contêm tubetes de papelão e usam 30% menos embalagens plásticas, ajudando a limitar o desperdício e as emissões de CO2.

A novidade também oferece aos consumidores a mesma qualidade das toalhas de papel Okay que já existem no mercado. Além disso, o Okay Sans Tube é 3 vezes mais longo do que um papel toalha Okay clássico.

Entre os principais benefícios do produto, estão:

  • Não haver tubete para jogar fora significa menos desperdício
  • O rolo é 3 vezes mais longo para facilitar a limpeza com uma toalha de papel
  • É o mesmo papel de cozinha Okay que o usuário pode molhar, escorrer e amassar
  • O papel toalha é sustentável e diminui o uso de caminhões para transporte
  • Sua embalagem é feita com 30% menos plástico

Por não ter tubetes de papelão no meio do rolo, o consumidor poderá utilizar desde a primeira até a última folha sem gerar resíduos. Além disso, cada rolo de Okay Sans Tube é três vezes mais longo do que antes, garantindo desempenho na cozinha por mais tempo. É durável, resistente e à prova de rasgos para que o consumidor possa limpar todo o tipo de acidentes do cotidiano na cozinha.

“Acreditamos que uma toalha de papel sustentável desempenha um papel importante na preservação do meio ambiente. Sem um tubete de papelão, cada pacote Okay de toalhas de papel Tube Free usa 30% menos plástico e também 30% menos caminhões para entrega na loja, ajudando-nos a reduzir as emissões de carbono causadas pelo transporte. Além disso, a embalagem é reciclável e é feita com plástico reciclado”, comentou a empresa, em seu site.

Fonte
Okay
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo