Celulose Notícias

EBITDA da Klabin cresce 6% e atinge R$ 451 milhões no terceiro trimestre

klabin

Pelo 13º trimestre consecutivo, a Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, registrou crescimento no EBITDA ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), que alcançou R$ 451 milhões no terceiro trimestre, valor 6% superior em comparação ao mesmo período de 2013. Nos primeiros nove meses do ano, o resultado também foi positivo, com EBITDA ajustado de R$ 1.210 milhões, 8% acima do mesmo período do ano anterior, com margem de 33%

A flexibilidade da Klabin em direcionar produtos com agilidade aos mercados mais aquecidos permitiu que a companhia registrasse maiores volumes nos mercados interno e externo. Dessa forma, a receita líquida do terceiro trimestre foi de R$ 1.282 milhões, 7% acima do mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, a receita líquida totalizou R$ 3.637 milhões, crescimento de 8%, se comparado aos nove primeiros meses de 2013.

Mesmo com os desafios do cenário econômico brasileiro, o volume total de vendas da Klabin no terceiro trimestre, sem incluir madeira, totalizou 467 mil toneladas, avanço de 3% se comparado ao mesmo período de 2013. No acumulado do ano, o volume de vendas foi de 1.328 mil toneladas, 1% acima dos nove primeiros meses do ano passado. O crescimento se deve, principalmente, pelos maiores volumes de vendas adquiridos com a nova máquina de sack kraft da Unidade Correia Pinto (SC) e o bom posicionamento da empresa no mercado de papelão ondulado.

Investimentos
Nos primeiros nove meses do ano os investimentos ultrapassaram R$ 2 bilhões, dos quais R$ 870 milhões foram empregados no terceiro trimestre. Desse montante, grande parte foi destinada à nova planta de celulose em Ortigueira (PR), conhecida como Projeto Puma. Os repasses foram direcionados ainda à continuidade operacional das fábricas, operações florestais, projetos especiais e expansões da capacidade.

Neste trimestre o Projeto Puma avançou em todas as frentes de trabalho, como na montagem dos equipamentos, construção civil e infraestrutura logística. Atualmente, a obra reúne mais de 5 mil trabalhadores.

Em 2015 será inaugurada a ampliação na área de reciclados, com o início da operação da nova máquina de papéis em Goiana (PE), que terá capacidade de 110 mil tons/ano, além das reformas das máquinas de Piracicaba e Angatuba (SP) que, juntas, irão adicionar 50 mil tons/ano de papel reciclado.

Sobre a Klabin
A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, produz papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui atualmente 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em três unidades de negócios: Florestal, Papéis (papelcartão, papel kraft e reciclados) e Conversão (papelão ondulado e sacos industriais).

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. Em 2014, a Klabin integra, pela primeira vez, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

selo_ok

paranashop