NotíciasTissue no Brasil

Como os derivativos de celulose podem ajudar os fabricantes de tissue a reduzir custos

O Hedge de Celulose pode auxiliar na redução de até 20% no custo da matéria prima

Durante o último ano, o preço da celulose teve um aumento de quase 70%, seguindo o referencial europeu, em um curto espaço de tempo. Essa commodity, que corresponde a quase 50% do custo de fabricação de papel tissue, permaneceu estável em alta durante o início de 2022, gerando altos custos para os fabricantes. O futuro dos preços da matéria-prima segue incerto, visto que há muita volatilidade nesse mercado.

A StoneX, empresa pertencente a um grupo norte-americano que atua globalmente no gerenciamento de riscos e execução de serviços financeiros, segue expandindo sua atuação no Brasil e está operando hedge de celulose. A ferramenta estratégica tem como conceito a gestão de risco de variação de preços, utilizando derivativos de celulose, que são contratos financeiros relacionados ao preço do insumo.

Durante o Talk Tissue com Felipe Quintino, Marcelo Melo, diretor da StoneX, explicou que em 2021 os fabricantes viram uma redução expressiva de suas margens operacionais por conta da volatilidade do preço de materiais e a falta de repasse dos custos. “O segmento de tissue atuou exprimido entre os fornecedores produtores de celulose, e os clientes de grandes redes varejistas”, afirmou.

“O hedge de celulose vai ajudar o fabricante de tissue a gerenciar sua avaliação de custo da commodity, e permite fixar antecipadamente a margem operacional, podendo reduzir na ordem de 5% a 10% o custo da compra de matéria-prima”, declara o executivo, destacando que, com o hedge, a companhia segue efetuando suas compras de celulose de seus fornecedores tradicionais, com os quais já possui relacionamento comercial.

Marcelo explica que, no momento, o preço de referência dos meses futuros está abaixo do valor do mês presente, portanto, os preços dos contratos mais distantes são menores. “Dada a curva futura atual dos derivativos financeiros da celulose, é possível obter uma redução de custo de até 20% em sua gestão de suprimentos”, concluiu.

[Button id=”1″]

Os leitores do Tissue Online estão convidados a participar de um webinar gratuito da StoneX, que acontecerá no dia 03 de fevereiro, às 17h. As inscrições podem ser feitas pelo link.

Confira na íntegra o Talk Tissue com Marcelo Melo, diretor da StoneX:

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo