Artigos

Como fabricar papel higiênico

Está em busca de um novo investimento e te falaram que montar uma fábrica de papel higiênico é um ótimo negócio?

Pois bem, você está no lugar certo para conhecer as principais informações sobre como fabricar papel higiênico e ter a sua própria fábrica.

Antes de tudo, é preciso compreender que a fabricação de papel higiênico é dividida em duas etapas: a fabricação e a conversão.

A fabricação é como o próprio nome já diz: o local onde se fabrica o papel, por meio de uma máquina de papel, é feita uma mistura que pode levar vários ingredientes, entre celulose, aparas e produtos químicos, e que dá vida à grandes rolos de papel: as bobinas jumbo.

A conversão, consiste em uma linha de produção que vai transformar a bobina jumbo em rolinhos de papel higiênico embalados e prontos para comercialização.

Hoje, no Brasil e no mundo, existem vários modelos de negócio: Algumas empresas fabricam bobinas e convertem em produto final, outras apenas fabricam bobinas e existem as que apenas convertem.

E para iniciar uma operação de conversão de papel higiênico, você vai precisar de:

  • Um prédio de pelo menos 800 metros quadrados;
  • 01 Tubeteira para fabricar tubetes;
  • 01 Rebobinadeira de papel higiênico;
  • 01 Cortadeira de papel higiênico;
  • 01 Empacotadeira de papel higiênico;
  • 01 Enfardadeira de papel higiênico.

Matéria-prima:

  • Adquirida por meio dos fabricantes:  As bobina jumbo (100% celulose, branca I ou branca II), vai depender da qualidade do produto que pretende fabricar;
  • Papel maculatura para fabricar tubetes (o tubo que vai ao centro do papel higiênico);
  • Polietileno para embalagem;
  • Saco para fazer o fardo.
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo