fbpx


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online
Banner Incape Portal Tissue Online


Celulose Notícias

Celulose Irani apresenta EBITDA de R$ 43,3 milhões no segundo trimestre de 2015

Os resultados da Celulose Irani do segundo trimestre de 2015 continuaram consistentes, repetindo o bom desempenho apresentado no 1T15.

irani

No período, o EBITDA ajustado totalizou R$ 43,3 milhões, o que representa um avanço de 25,1% em relação ao 2T14, com margem de 23,4%, demonstrando a boa performance operacional já observada no trimestre anterior. O volume de vendas do segmento de Embalagem de Papelão Ondulado permaneceu estável quando comparado ao mesmo período do ano anterior. As vendas do segmento de Papel para Embalagens registraram aumento de 5,1% em relação ao 2T14 e somaram 17,9 mil toneladas. O segmento de Resinas apresentou aumento de 29,7% no volume de vendas no 2T15 na comparação com o 2T14 e encerrou o período com 2,8 mil toneladas. Já a receita líquida cresceu 6,1% em relação ao mesmo período de 2014 e atingiu R$ 185,3 milhões, favorecida pela valorização do dólar sobre as operações no mercado externo e refletindo a boa performance dos negócios.

O lucro bruto apresentou incremento de 13,3% em comparação ao do 2T14 e alcançou R$ 61,5 milhões, reflexo do aumento da receita e da continuidade dos esforços de controle dos custos. A relação dívida líquida/EBITDA foi de 4,03 vezes em junho de 2015, impactada pela variação cambial e ao mesmo tempo beneficiada pela melhoria do EBITDA. A posição de caixa ao fim do 2T15 foi de R$ 59,9 milhões e 79% da dívida está no longo prazo.

O segmento de Embalagem de Papelão Ondulado (PO) – principal segmento de atuação da Celulose Irani – foi responsável por 65% da receita líquida consolidada do segundo trimestre, seguido pelos segmentos de Papel para Embalagens e Florestal RS e Resinas, com 26% e 9%, respectivamente. O principal mercado é o doméstico brasileiro, que representou 82% do total da receita líquida, já as exportações atingiram R$ 33,7 milhões, um aumento de 51,7% em comparação ao 2T14 e 11,2% em relação ao 1T15, representando 18% da receita operacional líquida total. A Ásia foi o principal destino das exportações, concentrando 33% da receita de exportação.

No segundo trimestre de 2015, o resultado líquido foi de R$ 10,5 milhões, contra R$ 9,5 milhões no 2T14, um crescimento de 10,8%. Os principais fatores que impactaram positivamente este resultado estão relacionados ao controle de custos e despesas e também ao crescimento da receita líquida.

investimentosenoticias.com.br