CeluloseNotícias

BNDES libera quase R$ 700 milhões para fábrica de celulose solúvel da Duratex

Com investimento de R$ 5,2 bilhões, a planta está sendo erguida entre os municípios de Indianópolis e Araguari (MG)

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) informou que aprovou crédito no valor de R$ 697 milhões para a Duratex, que irá construir uma fábrica de celulose solúvel no Triângulo Mineiro.

A unidade deverá ser uma das maiores fábricas de celulose solúvel do mundo. Com investimento de R$ 5,2 bilhões, a planta está sendo erguida entre os municípios de Indianópolis e Araguari (MG), com início da operação previsto para 2022, quando deve produzir 500 mil toneladas por ano.

O projeto se concentra na LD Celulose, joint venture criada em 2019 pela Duratex com a austríaca Lenzing, líder mundial na produção de fibras de celulose.

A Duratex detém 49% no capital da LD e participará do empreendimento com aporte de ativos florestais e financeiros.

“Com o projeto, a Duratex diversifica seus negócios e aumenta o retorno de seus ativos florestais”, disse o BNDES sobre a companhia brasileira.

A produção na nova planta será comprada pela Lenzing e empregada na fabricação de viscose, usada para fios de tecidos.

Saiba mais sobre o empreendimento em: https://ldcelulose.gupy.io/.

Fonte
Terra
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo