NotíciasTissue no BrasilVoith

Voith e ABTCP apresentam Webinar sobre procedimentos de Turn up em Tissue

Foco do encontro está nas principais diferenças entre procedimentos manuais e automáticos

A Voith, fornecedora completa para o mercado de papel, e a Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP) promovem no dia 27 de junho, às 15h (horário de Brasília), o Webinar “Procedimentos de Turn up em Tissue”.

Ministrada por Daniel Schoeps, gerente global de produtos e serviços tissue, a apresentação online tem como objetivo comparar as principais diferenças entre os procedimentos de turn up manuais e automáticos. A ideia é mostrar a eficiência e a aplicabilidade de cada tipo de processo na troca de bobinas da enroladeira.

Voltada para o mercado Tissue, a apresentação também é indicada para outros setores da indústria papeleira, uma vez que a Voith tem projetos de turn ups para diversos modelos de máquinas.

Com ampla experiência no setor, a Voith apresentará as soluções desenvolvidas pela empresa para aumentar a eficiência no turn up, diminuir o tempo de realização do procedimento e gastar menos materiais consumíveis. Além disso, as soluções da Voith para os turn ups se destacam pelo alto grau de segurança para os colaboradores.

Gratuito para associados da ABTCP, o Webinar é uma forma de adquirir conhecimento de maneira prática e desenvolver as atividades na empresa. Para não associados o valor de investimento é de R$ 110.

Com duração de cerca de 30 minutos, a palestra ao vivo é uma oportunidade para conhecer um pouco mais sobre o mercado de Tissue e as suas aplicações.

Serviço:

Webinar Procedimentos de Turn up em Tissue

Palestrante: Daniel Schoeps

Data: 27 de junho de 2019

Hora: 15 horas (horário de Brasília)

Inscrições:

http://www.sgabtcp.org.br/PortalUsuario/?Url=InscricaoCurso&Id=284

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.