Celulose Notícias

Valmet exibe nova geração do sistema de cozimento CompactCooking™ G3 no ABTCP 2018

Tecnologia oferece alta performance em flexibilidade operacional, eficiência de lavagem e branqueabilidade da polpa, agregando valor às gerações desenvolvidas anteriormente

A Valmet, líder mundial no desenvolvimento e fornecimento de tecnologias, automação e serviços para as indústrias de celulose, papel e energia, lança no 51º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel, ABTCP 2018, a terceira geração do sistema CompactCooking™ G3, tecnologia de cozimento com baixo consumo de energia, vapor e geração de rejeitos no processo.

A empresa considera oportuno apresentar essa nova tecnologia, que há anos é referência mundial, durante a exposição ABTCP 2018, maior evento do setor. A nova geração do produto, que chega para atender à demanda dos clientes, apresenta alta performance, principalmente em relação à flexibilidade operacional, eficiência de lavagem e branqueabilidade da polpa, essenciais especialmente para polpa branqueada em fábricas de grande porte.

“Um ponto importante é que o CompactCooking™ G3, embora apresente uma vasta gama de benefícios, ao mesmo tempo se utiliza de soluções consolidadas no mercado, o que representa uma segurança muito grande para nossos clientes em termos de maturação da tecnologia”, afirma Dimas Rodrigues, gerente de Aplicações de Processos na confiabilidade.

Segundo ele, o cozimento contínuo é o coração do processo de fabricação de celulose kraft. É neste sistema que cavacos são transformados em fibras e a lignina (cola das fibras) é dissolvida formando o licor negro. O CompactCooking™ G3 apresenta inúmeros benefícios em relação a outras tecnologias por igorconseguir simplificar os processos, pois traz uma solução com menos equipamentos instalados, menor custo de instalação, menor custo de manutenção e, ainda assim, conseguindo atingir performance superior aos cozimentos anteriores.

“Uma grande vantagem do CompactCooking™ G3 é que o Impbin fornece pressão de sucção suficiente para a bomba de cavacos resultando em baixo consumo energético. Essa configuração permite uma durabilidade maior bem como maior confiabilidade e disponibilidade na transferência de cavacos”, explica Igor Panassol, gerente de Vendas de linha de Fibras da Valmet South America.

O cozimento em si também ganhou melhorias, trazendo maior flexibilidade operacional que era uma demanda do mercado, principalmente na América do Sul, melhor eficiência de lavagem e uma condição mais propícia de cozimento para favorecer os processos sucessores, na área de branqueamento.

Evolução para aumentar performance

O sistema CompactCooking™ G3 foi lançado no mercado no final da década de 90 em sua primeira geração. Em 2003, a Valmet lançou a segunda geração, tornando-se sucesso de vendas. Atualmente, são 48 sistemas vendidos no mundo todo, sendo 9 na América do Sul.

O gerente de Aplicações de Processos na Valmet South America destaca que os clientes buscam performance, estabilidade e confiabilidade. “Além desses pontos alia-se ainda a questão da sustentabilidade. A nossa tecnologia é a que consome a menor quantidade de energia no mercado e atinge alto nível de rendimento de processo”, diz Rodrigues.

A parceria entre a Valmet e a CMPC vem desde o projeto Guaíba 2, em 2013. “A Valmet oferece soluções adequadas e com bom suporte técnico”, afirma o diretor geral da CMPC Riograndense, Mauricio Harger.

Dimas Rodrigues ainda ressalta que o sistema foi revolucionário na década de 90 por conseguir simplificar os processos e por apresentar uma solução com menor quantidade de equipamentos instalados, e ainda assim atingir performance superior aos cozimentos anteriores. “Desde então a Valmet vem aperfeiçoando a tecnologia e oferecendo soluções customizadas para diferentes tipos de matéria-prima. Este aprendizado somado às demandas cada vez maiores dos nossos clientes fizeram com que decidíssemos pelo lançamento da terceira geração do CompactCooking™” G3, conta.

Comente com Facebook

Comentários