fbpx


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online
Banner Incape Portal Tissue Online


Celulose Notícias

Três Lagoas recebe mais uma vez reconhecimento no cenário nacional

No mês de abril e início de maio, a cidade foi pauta de reportagens das revistas Exame, Veja e Valor Econômico através da revista Valor Estados-MS.

TRES_LAGOAS_MS_HOJEMS

O município de Três Lagoas teve reconhecimento em revistas renomadas que pautam o crescimento econômico da cidade nos últimos anos e as mudanças durante este processo de grande expansão. Na última edição do mês de abril da revista do grupo de comunicação Valor Econômico, a revista Valor Estados MS, a prefeita Marcia Moura (PMDB) fala dos investimentos e novas oportunidades que surgiram com a vinda das indústrias.

A prefeita deu destaque às perspectivas para o ano de 2014 que, no segundo semestre deve ter início a operação da fábrica de Fertilizantes da Petrobras, resultando um investimento de US$ 2,5 bilhões e ampliação das gigantes produtoras de celulose, Fibria e Eldorado.

Outro destaque registrado na edição da revista é a faculdade de Medicina que vem para Três Lagoas no campus II da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, e facilidade no transporte aéreo com a vinda do aeroporto, inaugurado há quase um ano.

Marcia também lembrou que novas dívidas não são feitas desde o ano de 2005 e, dos R$ 332,4 milhões arrecadados são investidos 12%.

PRODUTO INTERNO BRUTO

Apontado na revista também está dados do Produto Interno Bruto. Em 2006 o PIB era de R$ 1,75 bilhão, em 2011 saltou para R$ 3,11 bilhões. O quantitativo de indústrias instaladas cresceu 108,6% de 2006 a 2012, com aumento de exportações neste período de 10.805%, somando cerca de US$1 bilhão em 2013.

Ressaltado também na matéria esteve à integração na relação das cidades com alto Índice de Desenvolvimento Humano- IDH registrando 0,744, sendo o 4º melhor do Estado, além do aumento da renda per capita para 124,2%.

REVISTA VEJA

Na edição 2372 da Revista Veja, um caderno especial Agronegócio MT/MS, atraiu a atenção da equipe editorial para Três Lagoas que tratou sobre o aparecimento das novas cadeias produtivas e a transformação na vida de Andrea Antônia da Silva, residente do município.

Na matéria consta o relato de Andrea que, no final dos anos 80, sem muitos recursos era lavadeira embaixo de um abacateiro, ao lado de um pé de café e a partir de 2006, com início das construções das fábricas de celulose da International Paper e VCP, atual Fibria, Andrea foi procurada para lavar roupas dos operários da construção.

Pouco tempo depois um fornecedor lhe forneceu todo equipamento necessário com um contrato para lavar 10 mil edredons. Com isto foi possível pagar os maquinários, em cinco vezes, no valor de R$ 21 mil.

Fruto de muito trabalho, desde então a vida de Andrea mudou radicalmente, proporcionando uma renda consideravelmente melhor.

Durante entrevista para equipe da revista Veja, a chefe do Executivo Municipal expressou a alegria e importância do que o crescimento do setor representa na vida de cada um.

“Pessoas iguais a Andrea, têm por toda a cidade. Uma pessoa simples que nasceu de uma vida de labuta, de trabalho, que viu um horizonte empresarial grande à sua frente, é sem dúvida um grande exemplo”, expressou a prefeita.

ESTADO E BRASIL

Não somente o crescimento para Três Lagoas, mas ambas as edições tratam a representatividade no Estado de MS e no Brasil com o segmento da Celulose.

Atualmente Mato Grosso do Sul tem 24 estabelecimentos no ramo da celulose. A produção brasileira de celulose cresceu 7,3% em 2013 comparado ao ano de 2012. Ainda em 2013, foram produzidas 15 milhões de toneladas de celulose e 10,4 milhões de toneladas de papel.

Para 2014, a estimativa de produção nacional é de 15 milhões de toneladas de celulose de mercado, uma vez que 2,8 milhões serão produzidas em Mato Grosso do Sul, correspondendo a 19% da produção brasileira.

com informações das revistas Veja e Valor Estados Ms

selo_ok

www.jornaldiadia.com.br