Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias Notícias Exclusivas

Trabalhadores não aceitam proposta feita pela Fibria

A votação para reajuste salarial na Fibria chegou ao fim, após três dias, na manhã da última terça-feira (23).

FIBRIA

No total, participaram do processo 362 funcionários, sendo que 117 votaram a favor da empresa e 245 se posicionaram contra a proposta oferecida pelos patronais.

A Fibria ofereceu aos funcionários 0,67% de reajuste real, totalizando 7% de aumento, contrariando o Sindicato que luta por um ganho de 8,33%.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Indústria de Papel e Celulose de Três Lagoas, Almir Morgão, enviará um ofício à Fibria comunicando a recusa da proposta. “Após nossa notificação iremos dar um prazo de dez dias para a indústria se posicionar com uma nova proposta”, explicou.

Caso não haja uma contraproposta que agrade a classe trabalhadora a paralisação não está descartada, “se a empresa não atender nossas expectativas iremos para a justiça e caso tenha necessidade entraremos em greve, a classe está unida e quer o reconhecimento de seu trabalho”, finalizou Morgão.

Participaram da apuração representantes do Sindicato e funcionários administrativos da Fibria. Hoje (24), será aberta a urna com os votos dos trabalhadores da Eldorado Brasil a partir das 16 horas.

Em nota, a Fibria informou que a proposta final apresentada aos empregados é adequada, diante do cenário econômico nacional e internacional do setor, contemplando aumento real de salário e ajuste de benefícios.

A Fibria destacou ainda que vai continuar cumprindo todas as etapas do processo e tem a expectativa que o resultado final atenda os anseios das partes envolvidas.

selo_ok

capitalnews.com.br