Notícias Tissue no Mundo

TOSCOTEC “TT SPR” – Melhores práticas para manutenção de Rolos de Sucção

Os gerentes de manutenção e supervisores das fábricas de papel tissue precisam trabalhar para cumprir o orçamento e cortar os custos de manutenção sempre que possível. Uma gestão eficiente da manutenção de rolos, especialmente os rolos de prensa “TT SPR”, contribui significativamente para reduzir os custos de manutenção e a evitar o risco de paradas de emergência.

O que fazer para reduzir o custo de manutenção dos rolos de sucção “TT SPR”:

Respeite os prazos.

Recomenda-se que o rolo de pressão de uma máquina de tissue opere por um período máximo de 12 meses em cada campanha. Mesmo que o rolo não apresente algum defeito aparente ou mau funcionamento, retire a prensa após 12 meses e envie-a para manutenção. Calculamos este período com base no desempenho dos componentes internos, por exemplo, os bicos dos chuveiros internos de lubrificação são facilmente obstruídos por fibras e precisam ser limpos para evitar o superaquecimento da vedação e subsequente falha.

Realize uma revisão completa da prensa.

Após 12 meses, o rolo de sucção e pressão “TT SPR” deve ser completamente desmontado e todos seus componentes passam por uma cuidadosa inspeção, limpeza e medições. Substitua todos os consumíveis utilizando peças originais. Limpe cuidadosamente todas as peças, especialmente os bicos dos chuveiros. Bicos bem conservados são seu seguro contra paradas de emergência muito caras. Inspecione todas as peças para verificar sua integridade, funcionamento, condições de desgaste, tolerâncias de juntas e substitua-as se elas não atenderem aos requisitos.

Retífica da tampa do rolo de sucção e pressão “TT SPR”.

Após 12 meses, o diâmetro de assento das tampas do rolo de sucção e pressão “TT SPR” precisam ser retificadas mantendo-se as tolerâncias originais de encaixe, a fim de garantir que a prensa opere com o perfil correto de abaulamento. Se o perfil não estiver correto, pode haver aumento da pressão de um dos lados, desbalanceamento e variações de perfil. Isso acabará afetando a qualidade final do produto, além de sobrecarregar o revestimento do rolo, reduzindo sua vida útil.

Cuide bem dos rolamentos.

Inspecione, limpe e lubrifique os rolamentos. Durante a operação do rolo pode ter ocorrido entrada de água no mancal, e embora o rolamento possa não ter sofrido danos devido ao constante fluxo de óleo lubrificante, o mesmo poderá apresentar corrosão após resfriar e condensar. Durante os dias de parada de manutenção, quando está água remanescente entrar em contato com o ar e superfícies não protegidas do rolamento, o processo de corrosão poderá se intensificar.

Verifique a integridade da camisa do rolo de sucção e pressão “TT SPR”.

Após 12 meses, seria aconselhável realizar ensaios não destrutivos (líquido penetrante e teste de partículas magnéticas) na camisa e pontas do rolo de sucção e pressão “TT SPR” para descartar a presença de microfissuras ou danos que possam resultar em fraturas maiores no futuro.

Garanta condições de armazenamento adequadas.

Ao preparar para armazenar o rolo por um período de aproximadamente 12 meses, deve-se ter em mente a necessidade de antes desta etapa, realizar a manutenção completa logo após retirar o rolo da máquina.

Nota: O rolo não deve ser enviado para armazenamento por meses sem a devida manutenção.

Após uma revisão completa do rolo, escolha um local de armazenagem limpo e protegido contra intempéries e variações climáticas para evitar choques térmicos ao longo das estações do ano. Certifique-se de lubrificar os rolamentos corretamente. Gire o rolo em 90 graus a cada 15 dias. Isso fará com que o óleo se mova dentro do rolamento e permitirá que a área de apoio sujeita a carga na parte inferior mude regularmente. Evitará também a deformação do revestimento de borracha/poliuretano, bem como da camisa do rolo, que está sujeito à sua carga própria.

Comente com Facebook

Comentários