Podcasts

Tissue Link Americas #10 | Tissue Online Brasil

Nesta edição, Felipe Quintino e Hector Hurtado comentam o atual cenário do mercado de papel tissue

No primeiro Tissue Link Americas do ano, Felipe Quintino e Hector Hurtado comentam o atual cenário do mercado de papel tissue.

No Brasil, o setor enfrentou grandes desafios em 2021, como a alta dos custos e a queda na demanda, e neste ano, continua passando por dificuldades. Entre elas, Quintino pontuou o aumento nos preços da celulose, demanda ainda baixa, migração no perfil de compra para pacotes mais baratos, inflação em alta e a Guerra entre Rússia e Ucrânia, que torna os custos mais altos para o fabricante de tissue.

As boas notícias são a queda na taxa cambial, os rumores de novas aquisições no mercado e novo player – a fabricante de celulose Bracell – chegando para atuar no mercado de tissue em São Paulo.

Além disso, Quintino falou sobre a realização do Tissue Summit Brasil 2022, que terá a presença de cerca de 180 participantes do mercado de papel tissue na próxima semana, no Hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo.

Na América Latina e América do Norte, a situação é semelhante, conforme explicou Hurtado. As regiões sentiram os impactos do mercado no ano passado e, em 2022, ainda têm desafios. Os custos se regularam, mas a demanda caiu e as empesas latino-americanas que dependem da importação de matéria-prima, como a celulose, foram afetadas pela falta de fretes e escassez dos insumos.

Após se recuperarem em parte dos efeitos da pandemia de Covid-19, hoje as empresas também sofrem com os impactos da guerra a nível global. No entanto, investimentos no mercado, como nova aquisição da Essity e expansão da American Paper, na América do Norte, trazem uma perspectiva positiva para a indústria.

Confira!

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo