NotíciasPersonal care no mundo

Thinx vai pagar até US$ 5 milhões para resolver ação coletiva

Autores do processo acusam a marca de usar produtos químicos nocivos em suas roupas íntimas para menstruação e incontinência

A Thinx, marca norte-americana líder na categoria de roupas íntimas reutilizáveis para menstruação e incontinência urinária, irá pagar até US$ 5 milhões em compensação, após aceitar acordo em um processo contra ela.

Anunciada em novembro do último ano, uma ação coletiva acusou a Thinx de não informar aos clientes que suas roupas íntimas continham produtos químicos potencialmente nocivos. A empresa “nega todas as alegações no processo e nega que Thinx tenha feito algo impróprio ou ilegal”, diz o acordo.

Lançada em 2013, a empresa concordou em resolver o processo e pagará US$ 4 milhões por reivindicações de consumidores e quaisquer honorários advocatícios aprovados pelo tribunal e um valor adicional de até US$ 1 milhão com a finalidade de cobrir quaisquer outras reivindicações válidas.

Ainda como parte do acordo milionário, para ajudar a facilitar a compensação aos clientes da marca, recentemente, foi lançado um site, onde é possível enviar uma reclamação para receber um reembolso.

SOBRE O PROCESSO

No processo iniciado há mais de dois anos, os  queixosos disseram que as roupas íntimas da Thinx contêm PFAS, ou substâncias per e polifluoroalquil, produtos químicos sintéticos utilizados na fabricação de embalagens de alimentos e roupas de ginástica resistentes à graxa e água.

Em dezembro, o acordo recebeu aprovação preliminar do Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York. A Thinks negou as acusações e deixou claro que o acordo não se trata de uma admissão de culpa.

“Levamos a sério a saúde do cliente e a segurança do produto. Podemos confirmar que os PFAS nunca fizeram parte do design de nossos produtos. Continuaremos a tomar medidas para ajudar a garantir que os PFAS não sejam adicionados aos nossos produtos”, afirma a empresa.

O primeiro relatório de roupas íntimas Thinx potencialmente contendo os produtos químicos citados foi em janeiro de 2020.

SOBRE PFAS

PFAS, ou substâncias per e polifluoroalquil, é uma família de produtos químicos sintéticos usados ​​na fabricação de produtos de consumo – que inclui embalagens de alimentos, cosméticos ou têxteis, como capas de chuva ou roupas de ginástica – devido à sua capacidade de resistência a manchas, graxa e água.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, a exposição a altos níveis de PFAS pode levar ao aumento do risco de certos tipos de câncer, alterações nas enzimas hepáticas e aumento dos níveis de colesterol.

Para mais informações sobre a reivindicação dos consumidores e compensação do acordo da Thinks, acesse o site da marca.

Fonte
Business Insider NBC News
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo