Celulose Notícias

Técnica não destrutiva estima teor de celulose de uma espécie de eucalipto

Nova técnica de análise utiliza pequena amostra de eucalipto para estipular vários atributos sem que seja preciso derrubar a árvore

Já é possível estimar o quanto sua madeira vai produzir de celulose com a árvore de eucalipto em pé. Isso se dá por meio da função de uma técnica não destrutiva, baseada em modelos matemáticos, que dispensa a necessidade de derrubar uma árvore e levá-la para ser analisada em um laboratório.

Em seu doutorado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), a professora Talita Baldin, do Instituto de Ciências Agrárias (ICA), realizou testes com uma espécie de eucalipto muito usada no Sul do país –  por causa de sua resistência ao frio –  na produção de celulose.

Ela retirou amostras de serragem do tronco das árvores e as analisou no laboratório por meio da técnica de espectroscopia infravermelho próximo. Em seguida, propôs modelos que estimaram, entre outros, os teores de lignina e celulose da madeira.