fbpx
NotíciasTissue na América Latina

Taxas de câmbio instáveis preocupam Kimberly-Clark do México

A Kimberly-Clark México, está preocupada com os efeitos das taxas de câmbio “peso-dólar” sobre seus custos.

Em conferência mais recente com analistas, o diretor geral e o diretor de Finanças da KCM, Pablo González e Xavier Cortés, respectivamente, comentaram que o efeito instável das taxas representa uma forte pressão nos custos pelo aumentos de dois dígitos no preço das fibras recicladas, fibras virgens, resinas e energia elétrica.

Em termos de consumo interno para este ano, os gerentes vêem um cenário complicado e desafiador para a inflação que continua a ser um risco latente.

Sobre os investimentos para este ano, a companhia planeja investir cerca de 100 milhões de dólares, com foco na expansão da capacidade.

A KCM está preocupada com a inflação, pois vê que essa instabilidade vai impactar nos preços das fibras durante o primeiro semestre de 2018.

O analista do setor de consumo, Carlos Hermosillo, comentou que o resultado trimestral da Kimberly Clark revelou-se desfavorável, especialmente na parte do fluxo operacional, pois esperava-se um aumento de 2%; mas registou-se uma queda de 7,3%.

No relatório trimestral, a KCM destacou que suas receitas aumentaram ligeiramente em 0,54%, (9.432 milhões de pesos) no último trimestre de 2017, contra os 9.381 milhões de pesos no mesmo período de outubro a dezembro de 2016.

As despesas operacionais aumentaram 2,9% no período, refletidas basicamente por maiores custos de distribuição.

O resto das despesas da empresa foram menores em relação ao ano anterior, apesar de continuar investindo no fortalecimento de suas marcas.

El Economista

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.