fbpx




Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online
Banner Incape Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Suzano Papel e Celulose estuda investimento inicial de R$ 10 milhões em Alagoas

suzano papel e celuloseAlagoas tem grandes chances de abrigar uma unidade da Suzano Papel e Celulose, pelo menos no que depender do interesse dos executivos da empresa. Nesta sexta-feira (1º), o secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, esteve reunido com representantes do grupo, para tratar  do desejo da Suzano em estabelecer uma operação noEstado. Aspectos do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin) foram esclarecidos aos representantes, que por sua vez explicaram como funciona sua estrutura industrial.

Considerada a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, e líder no mercado de papel na América Latina, a Suzano emprega no Brasil mais de seis mil profissionais próprios e aproximadamente 11 mil terceirizados. Detentores de uma receita em torno de R$ 5,3 bilhões ao ano, a empresa sediada em São Paulo pretende investir inicialmente R$ 10 milhões em Alagoas, numa área de sete mil m², além da geração de 200 empregos, entre diretos e indiretos.

Segundo o representante Marcio Marino, a proposta é transformar a unidade de Alagoas em um foco com potencialidade para atender não só a demanda local, mas de todo o Nordeste. “Em nossa nova gestão, trabalhamos focados no diferencial e o nosso mercado aqui tem crescido muito, mas como quase todas as nossas filiais estão no Sudeste, é difícil atender aos pedidos desse território com celeridade”, declarou.

Ainda de acordo com o diretor de Relações Institucionais, Jorge Cajazeira, a ideia é melhorar o nível de serviços aos clientes da Suzano. “Queremos aumentar a nossa participação de mercado em áreas de maior potencial, considerando também um aprimoramento na eficiência logística e operacional”, disse.

O secretário Luiz Otavio Gomes destacou o Prodesin em Alagoas como um dos mais benéficos, dentre os formatos estabelecidos em cada Estado do Nordeste. “Cada Estado traz as suas peculiaridades em relação às vantagens em casos de instalação industrial, mas nós podemos garantir que ao comparar item por item, Alagoas se destaca como a opção mais vantajosa. O nosso critério para tal foi prioritariamente o desenvolvimento, com a geração de empregos, e isso fica claro ao constatar tudo o que prospectamos em quase sete anos”, pontuou.

Fonte