fbpx
CeluloseNotícias

Produtores de celulose reajustarão preços em outubro

A primeira a anunciar a decisão foi a Klabin, que vai acompanhar o índice Foex no reajuste dos preços de fibra longa

A partir do próximo mês, os produtores de celulose devem começar a realizar reajustes após um longo período de preços baixos. A primeira a anunciar a decisão foi a Klabin, que vai acompanhar o índice Foex no reajuste dos preços de fibra longa em outubro, de acordo com Alexandre Nicolini, diretor de negócio de celulose da companhia.

A Suzano preferiu não se manifestar, pois está em período de silêncio devido à operação de follow-on do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). No entanto, Walter Schalka, presidente da fabricante, disse, recentemente, que apesar de os produtores estarem gerando caixa, é impossível obter retorno sobre o capital empregado com os atuais níveis de preços, que, em sua opinião, são insustentáveis.

Os analistas do setor consideram que, além do aumento gradual da demanda no país, a indústria tende a se beneficiar, no quarto trimestre, com as paradas mais recorrentes da produção, pois elas limitam a oferta e permitem novos aumentos de preços.

Nicolini afirma que “a tendência de preços para a fibra longa é de alta desde este mês e o movimento vai continuar no quarto trimestre”. O aumento dos preços da empresa entrará em vigor a partir de 1º de outubro. “Com níveis de estoques mais baixos, o mercado melhorou muito. Produtores tanto no Canadá quanto na Europa já anunciaram aumentos e houve uma guinada de preços no mercado chinês, com aumentos de US$ 40 por tonelada”, completou.

Para Daniel Sasson, analista do Itaú BBA, desde o final de 2019, os preços da tonelada estão entre US$ 450 e US$ 460, mas o ideal seria de US$ 500. Conforme o analista, os aumentos devem ocorrer no quarto trimestre, com o aumento gradual da demanda, depois de um período fraco de julho a setembro por conta das férias de verão no hemisfério norte e as paradas técnicas para manutenção das unidades fabris.

“Os produtores dizem que o nível de preços está insustentavelmente fraco. Eles têm razão: o preço está abaixo do custo marginal de produção. Isso significa que tem parte da indústria perdendo dinheiro já há algum tempo e produtores fecharam operações ou pararam momentaneamente para deixar de perder dinheiro. Agora, com o aumento gradual da demanda, há espaço para aumentos de preços durante o quarto trimestre”, conclui Sasson.

Produtores de celulose reajustarão preços em outubro

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.