Celulose Notícias

Produção e exportação brasileira de celulose crescem em setembro

Segundo dados preliminares divulgados pelo Ibá, arodução brasileira de celulose cresce 10,2% em setembro, e exportações sobem 10,7%

A produção brasileira de celulose em setembro cresceu 10,2 por cento sobre o mesmo mês do ano passado, para 1,769 milhão de toneladas, conforme dados preliminares divulgados pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) nesta quarta-feira.

As exportações da matéria-prima subiram 7,6 por cento na mesma comparação, para 1,186 milhão de toneladas, enquanto o consumo aparente aumentou 14 por cento, para 595 mil toneladas, disse a entidade representativa do setor.

No acumulado do ano até setembro, o Brasil produziu 15,776 milhões de toneladas de celulose, superando em 10 por cento o volume apurado nos nove primeiros meses de 2017, de acordo com o levantamento. Já os embarques internacionais da matéria-prima cresceram 10,7 por cento no período, para 11,079 milhões de toneladas.

Enquanto isso, a produção de papel em setembro aumentou 0,5 por cento sobre igual mês um ano atrás, para 890 mil toneladas. O total produzido nos nove primeiros meses de 2018 somou 7,768 milhões de toneladas, queda de 0,4 por cento ano a ano.

As vendas domésticas de papel ficaram estáveis em 465 mil toneladas no mês passado, enquanto as exportações avançaram 3 por cento em relação a setembro de 2017, para 174 mil toneladas.

De janeiro a setembro, foram vendidas 4,039 milhões de toneladas de papel ao mercado interno, alta de 1 por cento sobre o mesmo intervalo do ano passado. Os embarques, no entanto, caíram 6,6 por cento no acumulado de 2018, para 1,481 milhão de toneladas.

No caso dos painéis de madeira, as vendas domésticas em setembro subiram 6,5 por cento ano a ano e as exportações caíram 9,3 por cento nessa comparação. No acumulado do ano, houve alta de 5 por cento nas vendas domésticas e de 2,3 por cento nos embarques ao exterior.

Comente com Facebook

Comentários