fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Produção de celulose no país soma mais de 5 milhões de toneladas

Destaque é o Mato Grosso do Sul, cujo forte desempenho é explicado em grande parte pela indústria de papel e celulose

De acordo com dados preliminares divulgados pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), nessa segunda-feira, 31, a produção de celulose no país somou 5,19 milhões de toneladas de abril a junho, uma alta de 5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Na mesma comparação, as exportações da matéria-prima subiram 4,5%, para 4,1 milhões de toneladas, enquanto o consumo aparente foi elevado em 5,7%, para 1,125 milhão de toneladas.

Já a produção de papel teve uma queda de 7,3% no segundo trimestre ano a ano, para 2,42 milhões de toneladas, com as vendas domésticas de papel diminuindo 12,5%, a 1,144 milhão de toneladas, e as exportações avançando 0,3%, para 574 mil toneladas.

DESTAQUE PARA O MATO GROSSO DO SUL

Mesmo diante dos efeitos da pandemia, Mato Grosso do Sul deverá obter o melhor desempenho do país no crescimento da economia no próximo ano, de acordo com levantamento da Tendências Consultoria Integrada. Segundo o estudo, o estado estará entre os cinco brasileiros a encerrar o próximo ano com crescimento no Produto Interno Bruto (PIB), em relação a 2019.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o desempenho de Mato Grosso do Sul é explicado em parte pela agroindústria, em especial, a de papel e celulose. “Com localização privilegiada, próxima de São Paulo, a indústria de celulose do estado deve ser favorecida pela expectativa de ampliação da demanda asiática por papel tissue, pela tendência estrutural de substituição do plástico por produtos de papel e pelo câmbio brasileiro desvalorizado”, explica o economista da Tendências, Lucas Assis.

Isso explica os investimentos do governo de Mato Grosso do Sul para promover a integração logística a fim de facilitar o escoamento da produção. Na última semana, o governador Reinaldo Azambuja assinou um acordo com Carlos Roberto Massa Ratinho Júnior, governador do Paraná, para viabilizar a construção de um corredor ferroviário de exportação com 1.370 quilômetros, ligando regiões produtoras de Mato Grosso do Sul ao porto de Paranaguá.

Além disso, há, ainda, a Rota Bioceânica, projeto encabeçado por Mato Grosso do Sul, que irá reduzir, em 14 dias, a distância e o custo do transporte dos produtos da América do Sul ao continente asiático, que é o maior consumidor do estado.

Isso também pode ser interessante 👇🏻
• Techmelt: metalúrgica própria e qualidade no tratamento de fibras
• Frota própria: quais as vantagens?
• Auti entrega sua 20ª máquina de papel tissue automatizada