Celulose Notícias

Presidente da Suzano recebe Prêmio Líder Empresarial 2019

Walter Schalka foi o vencedor na categoria: Líder em Produtos Renováveis, com 37,21% dos votos!

Walter Schalka percorreu um longo caminho até chegar a presidência da Suzano. Por se considerar um eterno aprendiz, afirma que a troca de conhecimentos e um olhar atendo ao outro é fundamental para obter um crescimento pessoal e profissional. É dessa forma que conduz os mais de 35 mil colaboradores de uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina e líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto.

Para ele, um bom líder deve sempre ouvir. Isso significa que precisa estar aberto a escutar os colaboradores de todos os níveis hierárquicos. Por isso, faz questão de fomentar um ambiente em que todos são desafiados constantemente a apresentarem novas ideias. Nesse contexto, afirma que os erros devem servir como lições e, por meio deles, se chegar a soluções ainda melhores, criando um processo colaborativo e de contínua evolução.

Mas quem será que serve de inspiração para o vencedor do Prêmio Líder Empresarial 2019 na categoria Líder em Produtos Renováveis? Para Walter Schalka, Nelson Mandela e Mahatma Gandhi são grandes exemplos de liderança e personalidade. “Eles conseguiram transformar a sociedade em que viviam com mensagens positivas. Os líderes empresariais têm muito aprender com eles. O ponto é que aprendo um pouco com cada um deles e tenho o discernimento para entender e aprender com a forma como eles contribuíram para a sociedade”.

Formado em Engenharia pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e pós-graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o executivo ainda participou de cursos de especialização e aperfeiçoamento nos Institutos IMD (Suíça) e Harvard (EUA).


Quais são os maiores desafios e oportunidades para este e o próximo ano? 

A Suzano está vivendo um momento muito importante na sua história. Em janeiro deste ano concluímos a combinação dos ativos da Suzano Papel e Celulose e da Fibria, criando a Suzano. Em razão disso, o ano de 2019 está sendo marcado, principalmente, pela construção da nova cultura e pela integração das equipes e dos processos. Também trabalhamos na definição dos nossos direcionadores como companhia e estamos focados em construir uma empresa que é e será sempre um orgulho para o Brasil, atenta às oportunidades que vierem a surgir e ao papel da empresa em continuar desenvolvendo produtos de origem renovável.