NotíciasPersonal Care

P&G Brasil investe em ações para atingir metas de sustentabilidade

Iniciativas da empresa têm foco no combate às mudanças climáticas e à produção de resíduos

A Procter & Gamble Brasil não tem poupado esforços para realizar ações que indicam um caminho sustentável em suas operações, tendo foco em três áreas principais: clima, água e lixo.

Segundo Juliana Azevedo, presidente da P&G América Latina, o tema do cuidado ambiental tem sido trabalhado dentro e fora da companhia. “Trabalhamos sustentabilidade na matéria-prima dos nossos produtos, na forma como são fabricados e em como cada consumidor vai usar esses produtos de uma forma mais sustentável”, afirmou a executiva.

De acordo com o presidente da P&G Brasil, André Felicissimo, no que diz respeito a combater as mudanças climáticas, a multinacional tem desenvolvido ações para alcançar o compromisso de ser carbono neutro em todas as operações ainda nesta década, entre 2020 e 2030.

Além disso, a empresa já compra energia elétrica de fontes renováveis em todas as plantas no Brasil desde 2021, como aponta o diretor de sustentabilidade Vitor Fernandes. A P&G Brasil também possui uma parceria com a organização sem fins lucrativos WWF Brasil e a produtora de celulose Suzano, a fim de promover a restauração da Mata Atlântica no estado do Espírito Santo.

“Nossos esforços em clima também compreendem nosso trabalho para chegar na meta de ser net zero até 2040, e nosso primeiro passo está sendo construir uma calculadora de carbono de transportes”, declarou Fernandes.

Com foco no combate aos resíduos, a P&G já é uma empresa que envia zero lixo de fabricação aos aterros sanitários, e também tem a meta de ter embalagens 100% reutilizáveis ou recicláveis até 2030, bem como a redução de 50% em plástico proveniente de petróleo visco. A gigante de bens de consumo também tem buscado investir em um portfólio de produtos com refil, incentivando uma redução do uso de plásticos.

“Como nossas operações já estão bastante sólidas, nosso foco está sendo cada vez mais orientado para diminuir a quantidade de lixo pós-consumo, e para atingir essa meta, estamos promovendo uma série de pilotos com startups para brasileiras, focados em desenvolver a economia circular no país”, explicou o diretor de sustentabilidade.

“Nós sabemos que a jornada de sustentabilidade é longa, e já demos os primeiros passos, mas temos um longo caminho pela frente. Vamos fazer a diferença com muita inovação, para fazer a diferença no mundo”, concluiu a presidente da P&G América Latina.

Fonte
P&G
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo