fbpx




Banner Incape Portal Tissue Online
Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Para analistas, Suzano vai lucrar R$ 197 milhões

suzano

Na esteira dos volumes crescentes de celulose produzidos na nova fábrica do Maranhão, a Suzano Papel e Celulose deverá reportar melhora do desempenho operacional no segundo trimestre, com impacto positivo na última linha do balanço. A nova unidade fabril entrou em operação em 30 de dezembro e tem capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas por ano de celulose de eucalipto.

De acordo com a média das projeções de Goldman Sachs, Credit Suisse, Santander e Socopa, a Suzano pode ter lucro líquido de R$ 197,3 milhões entre abril e junho, resultado que se compara a prejuízo de R$ 248 milhões um ano antes. As estimativas dos analistas para essa linha variaram de R$ 176 milhões a R$ 243 milhões.

Para a receita líquida da companhia, a média das projeções é de R$ 1,72 bilhão, com crescimento de 28,6% frente ao apurado no mesmo intervalo de 2013. Nesse caso, os cálculos ficaram dentro do intervalo de R$ 1,668 bilhão a R$ 1,768 bilhão.

Já o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado trimestral da Suzano pode ter alcançado R$ 536,5 milhões, conforme a média das estimativas, com expansão de 31,5% na comparação anual.

Felipe Reis, do Santander, diz que o destaque positivo no trimestre deve ser justamente o volume crescente de vendas de celulose. Em relatório, Reis apontou que a estimativa é de que as vendas da matéria-prima alcançaram 662 mil toneladas no intervalo, o equivalente a crescimento de 42% frente ao primeiro trimestre e de 51% ante o segundo trimestre de 2013.

“A nova fábrica traz também redução de custos, compensando a pressão oriunda de outras unidades”, escreveu Reis. Por outro lado, para o negócio de papel, a expectativa é de desempenho fraco, por causa do aumento de custos com a compra de energia no mercado ao longo do trimestre e de uma parada programada para manutenção. A margem Ebitda da Suzano no segundo trimestre pode ter sido pressionada. O Santander projeta margem de 32%, frente a 35% nos três primeiros meses do ano.

Viccenzo Paternostro, do Credit Suisse, por sua vez, destacou em relatório que, apesar da expectativa de crescimento da receita, o resultado em geral da Suzano deve vir mais fraco do que o esperado devido aos preços mais baixos da celulose em reais – queda de cerca de 10% – e custos mais altos em papel, por causa da conta de energia.

Em junho, a Suzano anunciou a compra do fundo de investimento em participações (FIP) Vale Florestar, por R$ 528,9 milhões, detentor da totalidade da empresa Vale Florestar, que administra 45 mil hectares de florestas de eucalipto no Pará. O negócio foi concluído neste mês. O balanço da empresa será divulgado hoje no fim do dia.

Valor Econômico

selo_ok