fbpx
Teste

O valor da inovação aberta na era da Indústria 4.0

Dentre as soluções da Fabio Perini para a Indústria 4.0, destaca-se o Tissue Performance Center

A indústria de tissue, como qualquer outra, foi remodelada significativamente pela Indústria 4.0. Um cenário que já foi definido e alimentado pela concorrência está parcialmente abrindo espaço para alavancar práticas colaborativas.

A facilidade com que o conhecimento é interconectado e compartilhado por meio da digitalização está se evidenciando em setores abrangentes: residências, escritórios, locais de trabalho, ambientes de varejo, infraestruturas da cidade etc. Para instalações de manufatura, incluindo conversões de tissue, a transformação digital de operações e otimização de equipamentos prevê um impacto global anual entre 1,2 e 3,7 trilhões de dólares até 2025.

DIGITALIZAÇÃO ESTRATÉGICA

Os fabricantes estão aproveitando as oportunidades apresentadas pela transição para uma estratégia digital, conforme refletido em uma pesquisa recente da IDC (International Data Corporation):

  • 24% citam o aumento da produtividade
  • 23% citam o menor tempo de resposta ao mercado
  • 22% citam a automação de processos

Os fabricantes também estão rapidamente aceitando o fato de que a digitalização levou ao aumento de novos modelos de negócios e novas tecnologias que obscurecem as linhas entre eles, seus parceiros e seus concorrentes.

No ambiente de conhecimento compartilhado da Indústria 4.0, os fabricantes não precisam mais permanecer autônomos para permanecer competitivos. Tentar fazer isso apresenta uma série de desafios, incluindo:

  • Alto investimentos iniciais de capital;
  • Alto risco de falha no projeto/produto;
  • Experiência, recursos e habilidades digitais limitadas;

Superar esses obstáculos é necessário – e possível, graças à inovação aberta.

OS BENEFÍCIOS DA INOVAÇÃO ABERTA

Em vez de seguir estritamente as metodologias tradicionais em torno do desenvolvimento interno de produtos, os fabricantes de tissue estão recorrendo à inovação aberta.

Compartilhar proativamente conhecimentos e esforços com outros fabricantes, centros de pesquisa, startups e incubadoras e/ou colaborar internamente com os clientes é mutuamente benéfico para todos os envolvidos de quatro maneiras importantes:

  1. Aumento na produtividade e redução de custos destinados a P&Ddevido a contribuições de organizações externas, que compartilham novos conhecimentos e perspectivas – obtendo resultados mais rápidos comparados a métodos tradicionais;
  2. Equilíbrio do risco. A divisão dos riscos entre todos os colaboradores funciona como incentivo ao desenvolvimento e teste de inovações, por reduzir o impacto de erros em uma só fonte de recursos;
  3. Melhoria em produtos e serviços, pois há um ímpeto por trás do desenvolvimento simultâneo de várias ideias ao em vez de iniciar e parar o progresso, enquanto uma inovação aguarda que outro produto ou serviço atenda às suas necessidades, especialmente no que se refere à tecnologia e/ou demanda do cliente.
  4. Agilidade no lançamento de produtos no mercado, resultado do gerenciamento de tarefas paralelo entre todos os inovadores, evitando efetivamente falhas típicas de desenvolvimento interno, como atrasos no orçamento ou testes que inviabilizam lançamentos. Essa abordagem de caminhos múltiplos também ajuda a colocar os produtos subsequentes no mercado mais rapidamente.

INOVAÇÃO ABERTA EM AÇÃO

A inovação aberta não é um conceito novo, mas abriu o caminho para o uso da inovação colaborativa em sua melhor vantagem na Indústria 4.0 e na indústria de tissue.

A Fabio Perini trabalha em conjunto com os clientes para procurar ideias inovadoras, trabalhar com parceiros externos com objetivos comuns de inovação e, finalmente, aproveitar ideias colaborativas.

TISSUE PERFORMANCE CENTER

A Indústria 4.0 tem como premissa a digitalização e a inovação aberta, e os fabricantes de tissue que adotam a evolução estão bem posicionados para o futuro.

Nesse sentido, a Fabio Perini trouxe à América Latina novas ferramentas que buscam elevar o nível de serviço remoto oferecido aos seus clientes, e estruturou uma nova área dedicada a esse fim: o Tissue Performance Center.

Trata-se de um centro de serviços avançados de suporte ao cliente, que conta com uma equipe de especialistas, os experts on-line, focados no atendimento remoto.

A nova estrutura traz uma nova dinâmica de serviços, com pacotes desenvolvidos para atender às necessidades específicas dos clientes.

Entre em contato com a Fabio Perini e adquira já o pacote ideal para as suas necessidades.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.