fbpx
NotíciasTissue no Brasil

Mercado brasileiro de papel tissue está em sintonia com exigências do consumidor regional e global

Último dia da Tissue World São Paulo reuniu líderes de mercado como Fabio Perini, Andritz, Solenis, entre outros, que apresentaram últimas tecnologias e tendências do setor de papéis tissue.

Durante as sessões finais do Congresso América Latina: Desafios e Oportunidades, abordagens para impulsionar o sucesso, que aconteceu na Tissue World São Paulo, no dia 2 de junho, um dos destaques foi a apresentação da Fabio Perini, indústria de máquinas para confecção de papel tissue. A tecnologia Constellation, apresentada pelo diretor de Vendas Dineo Silverio, possibilitou à marca um produto que une alta qualidade e produtividade, capaz de atender mercados exigentes como o do Japão. De 31 de maio a 2 de junho, o evento reuniu profissionais com elevado conhecimento técnico na grade de palestras e na exposição, levando a um só lugar toda a cadeia do setor do Brasil e da América Latina.

O palestrante Thomas Scherb, diretor da Divisão Tissue da Andritz Brasil, explicou que o país é o maior produtor de eucalipto no mundo – árvore considerada matéria-prima nobre para o segmento. Para ele, “o futuro pede máquinas tissue integradas com a planta de celulose”. Um dos destaques foi a apresentação dos detalhes da máquina PrimeLineST W22, a maior máquina yankee a vapor do mundo.

Ao longo da programação, José Cláudio Fabiano, CEO da Engefaz Engenharia, apresentou como a companhia pôde reparar problemas de funcionamento de rebobinadeira por meio de um trabalho de amortecimento de vibrações que prejudicavam a máquina.

Os painéis também receberam Noemy Svitras, Gerente de Marketing e Aplicações para Tissue na América Latina da Solenis. Ela reforçou a ideia de que hoje o mercado exige um produto macio e resistente. Para chegar a esse resultado, há vários caminhos. “Pensamos como superar essa situação e alcançamos uma tecnologia que permite a redução de 80% do agente de resistência úmido temporário, e o mais importante: aumentou o handfeel em 13%; em outro teste obtivemos cinco pontos de acréscimo de suavidade no TSA (tissue softness analyzer). Quem convive com essa medição sabe que isso é bastante expressivo, além de eliminar um refinador na linha de produção e redução da temperatura de capota da máquina, sem causar impacto na dispersibilidade de água”.

Lairton Goulart Leonardi, diretor geral da Solvocon Business Consulting, acredita que “uma das soluções é melhorar o conhecimento, e isso passa pela troca de informações. Hoje, compartilhamos carros, imóveis e precisamos compartilhar conhecimento”. O engenheiro químico foi moderador do encontro.

A Tissue World São Paulo é a plataforma ideal para empresas e profissionais dessa indústria em busca de conhecimento e novas oportunidades de negócio em toda a América Latina e também nos demais continentes. A próxima edição está confirmada para 2019.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.