fbpx
NotíciasTissue no Brasil

Lucro da Kimberly-Clark tem queda de 83% no primeiro trimestre

O resultado foi prejudicado por um gasto de US$ 577 milhões relacionado ao plano de reestruturação da companhia.

A Kimberly-Clark, multinacional americana do setor de consumo, informou nesta segunda-feira que obteve no primeiro trimestre de 2018 um lucro líquido de US$ 93 milhões (US$ 0,26 por ação), uma queda de 83% em relação aos US$ 563 milhões (US$ 1,57 por papel) registrados no mesmo período de 2017.

O resultado foi prejudicado por um gasto de US$ 577 milhões relacionado ao plano de reestruturação da companhia. Excluindo este e outros itens não recorrentes, o lucro por ação foi de US$ 1,71, acima da média das estimativas coletadas pela consultoria FactSet, de US$ 1,69.

A receita da companhia, na mesma base de comparação, cresceu 5%, indo de US$ 4,5 bilhões para US$ 4,7 bilhões. O valor ficou levemente acima da média das estimativas obtidas pela FactSet (US$ 4,6 bilhões).

O câmbio teve um efeito positivo de 3% na receita. Em termos orgânicos, as vendas subiram 2%, crescendo 3% em volume e com preços recuando em 1%. Na América do Norte, a alta foi de 3%. Fora desta região, as vendas subiram 2% em mercados desenvolvidos e 1% em países em desenvolvimento e emergentes.

kimberly

No segmento de cuidados pessoais, a Kimberly-Clark obteve receita de US$ 2,3 bilhões, aumento de 3%. O câmbio gerou um crescimento de 2% do resultado, enquanto a aquisição de joint venture na Índia foi positiva em 1%. A divisão de papéis teve um aumento de 9% da receita, a US$ 1,6 bilhão, com alta de 7% do volume e 3% do câmbio. O segmento de produtos especiais teve avanço de 5% da receita, para US$ 800 milhões.

Para o acumulado do ano, a Kimberly-Clark revisou para cima suas estimativas para o crescimento da receita, de uma faixa de 1% a 2% para um intervalo de 2% a 3%, por conta da expectativa de um câmbio mais valorizado em 2018.

E informou que o plano de reestruturação, iniciado neste ano, deve resultar em uma economia de US$ 500 milhões e US$ 800 milhões em custos até o final de 2021.

Fonte: valor.com.br

LEIA TAMBÉM
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.