Celulose Notícias

Klabin realiza maior embarque de Celulose de sua história

Navio recebeu 46 mil toneladas do produto, partindo do Porto de Paranaguá até Qingdao, na China

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, realizou, recentemente, o maior embarque de celulose de sua história em um único navio. Uma carga de 46 mil toneladas do produto foi embarcada no Porto de Paranaguá ao longo de três dias, sendo o maior lote de celulose já exportado pela companhia no local em um único embarque.

A embarcação teve como destino o Porto de Qingdao, na China, com uma produtividade de 19 mil toneladas por dia no seu carregamento. A empresa conseguiu otimizar o embarque, registrando um excelente rendimento operacional com forte integração de toda a comunidade portuária e nossos operadores. Foram cerca de 1.500 viagens de caminhão, numa operação que aconteceu 24 horas por dia. Como esse volume de embarque excede a capacidade atual de calado de alguns berços de atracação do terminal, foi necessário realizar o trabalho em dois berços para conclusão da carga.

“O resultado dessa operação nos deixa bastante orgulhosos, pois representa a consistente evolução desde o início de nossas operações com a celulose, além de mostrar o potencial operacional de Paranaguá. Importante observar que, com a construção do nosso novo armazém, arrendado durante o leilão realizado em agosto, conseguiremos tornar a nossa operação totalmente verticalizada, o que não ocorre hoje, pois operamos com a nossa Unidade Logística a 5 Km do porto. O espaço trará garantia operacional de longo prazo, otimizando a ligação ferroviária das fábricas diretamente ao Porto e comportará a operação híbrida de celulose em fardos e bobinas de papel”, comemora Gerson Ferreira, coordenador de Logística Internacional da Klabin.

“Estamos igualmente otimistas com as ações coordenadas pela autoridade portuária juntamente com capitania dos portos, que têm aplicado esforços para contemplar melhorias na infraestrutura marítima do Porto, como dragagem para aumento de calado dos berços e melhorias de navegabilidade e atracação. São projetos e ações de gestão que nos permitirão atingir índices ainda maiores de produtividade logística. Em nossas simulações, embarques desse porte no futuro serão realizados com 20% de aumento na produtividade”, afirma Sandro Ávila, diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos.

Novo armazém portuário da Klabin no Porto de Paranaguá

Em agosto, a Klabin venceu o leilão portuário garantindo acesso à uma área de 27.530 m2 pelo prazo de 25 anos, passível de prorrogação por mais 45 anos. Os investimentos previstos no local são de cerca de R$ 130 milhões, com início das operações programado para 2022.
Na última semana, a empresa foi homologada e a previsão é que a assinatura do contrato ocorra até o final deste ano. Em paralelo, a companhia desenvolve o projeto e o trâmite para a liberação da licença de instalação junto ao Governo do Estado.

Além de maior agilidade no embarque, o novo armazém, localizado em um ponto estratégico do Porto de Paranaguá, permitirá à Klabin otimizar sua inserção nos mercados globais de papel e celulose, resultando em maior eficiência ao longo do processo de escoamento de sua produção.