fbpx
CeluloseNotícias

Klabin lança pedra fundamental de fábrica no Paraná

n_klabin_catarina_14914

O projeto demandará investimento de R$ 5,8 bilhões

A Klabin lançou, na quarta-feira, 19, a pedra fundamental da fábrica de celulose em construção no município de Ortigueira, no Paraná. O projeto demandará investimento de R$ 5,8 bilhões, número que sobe para R$ 7,2 bilhões quando considerados gastos com melhorias em infraestrutura e impostos a recuperar. Este será o maior investimento privado da história do Paraná.

A unidade terá capacidade para produzir 1,5 milhão de toneladas anuais de celulose, das quais 1,1 milhão de toneladas de celulose de fibra curta e 400 mil toneladas por ano de fibra longa. O início das operações está previsto para o primeiro semestre de 2016.

Um convênio assinado entre o governo do Estado, Klabin e municípios da região definiu que o ICMS proveniente das operações da nova fábrica será dividido entre doze municípios. Ortigueira ficará com 50% do imposto e os 50% restantes serão divididos entre Cândido de Abreu, Congonhinhas, Curiúva, Imbaú, Reserva, Rio Branco do Ivaí, São Jerônimo da Serra, Sapopema, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.

A Klabin prevê que, no auge da construção, um total de 8,5 mil pessoas estejam trabalhando no canteiro de obras. Quando estiver em operação, a nova unidade garantirá 1,4 mil postos de trabalho entre os setores fabril e florestal.

O projeto também prevê a produção de 270 MW de energia. O consumo da própria Klabin totalizará 120 MW. Os 150 MW excedentes, volume suficiente para abastecer uma cidade como Londrina (PR), serão disponibilizados ao sistema elétrico brasileiro.

Exame

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo