CeluloseNotícias

Klabin inicia obras de novo terminal de celulose no Porto de Paranaguá

O empreendimento deve gerar 180 postos de trabalho nesta etapa e contar com cerca de 170 colaboradores quando estiver em operação

A Klabin deu início às obras para a construção do seu novo terminal no cais do Porto de Paranaguá, no Paraná. O empreendimento deve gerar 180 postos de trabalho nesta etapa e contar com cerca de 170 colaboradores, diretos e indiretos, quando estiver em operação.

A ordem para liberação dos serviços foi assinada pela empresa pública Portos do Paraná, no início do mês de julho. “A localização em área primária vai dar ainda mais agilidade à operação de celulose e derivados. É um investimento importante na infraestrutura portuária do estado, que vai gerar emprego e renda para o litoral”, destacou o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

O investimento no local, previsto para 2022, é estimado em R$ 130 milhões. Além da aquisição dos equipamentos e sistemas operacionais, serão construídos dois quilômetros de ramais ferroviários e um armazém de 21.860 m².

A área PAR01 possui 27.530 m² e foi arrematada pela Klabin em leilão realizado em agosto de 2019. Após duas décadas sem novos arrendamentos no Porto de Paranaguá, o contrato de concessão foi assinado no início do ano passado, com validade de 25 anos, prorrogáveis por mais 45 anos.

“Estamos felizes de iniciar as obras do novo terminal, atentos a todos os protocolos de segurança e saúde. Este é um projeto muito importante para a empresa e que trará grande contribuição social e econômica para Paranaguá”, comentou Sandro Ávila, diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos da Klabin.

No primeiro ano de operações, a empresa espera movimentar 1,4 milhão de toneladas pelo porto paranaense. Esse número deve saltar para 2,2 milhões de toneladas anuais com a conclusão da segunda fase de expansão da Unidade da Klabin em Ortigueira (Projeto Puma II), prevista para 2023.

Fonte
Bem Paraná
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo