fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Mundo

Kimberly-Clark se concentra em ampliar sua atuação na Índia

Descrevendo a Ásia como o mercado mais promissor para o crescimento da multinacional, a empresa norte-americana do ramo de produtos de saúde e higiene afirmou que está centrada em fornecer produtos de qualidade superior para os bebês e mulheres em seu mercado na Índia.

Achal Agarwal, presidente da Kimberly-Clark, na Índia.

Achal Agarwal, presidente da Kimberly-Clark, na Índia.

A Kimberly-Clark está se concentrando sobre as novas exigências de seus consumidores no amplo mercado Indiano.

“Nosso foco está em fornecer fraldas de qualidade superior para bebês, absorventes higiênicos para mulheres e reparação de instalações sanitárias em escolas públicas na Índia, como parte da nossa campanha de saneamento global chamado ‘Banheiros mudam vidas”, “Achal Agarwal, presidente da Kimberly-Clark, na Índia.

“Nós vemos como o futuro da Índia, os bebês e os jovens!”, disse o veterano do mercado, que foi homenageado com o CNBC Asia Business Leader of the Year, um prêmio que homenageia os melhores líderes na indústria em toda a Ásia.

Descrevendo a Ásia como mercado de crescimento mais promissor para a multinacional, Agarwal destacou o compromisso da Kimberly-Clark de responsabilidade social na Índia, que inclui a restauração dos banheiros das escolas.

A Kimberly-Clark, assegurou que é sensível às necessidades diárias dos asiáticos e leva em consideração as normas culturais e habituais de cada cliente na concepção de seus produtos.

“A Ásia representa um rápido crescimento da Kimberly-Clark. Além de um grande mercado; também vemos o crescimento no futuro vindo da mistura de países mais desenvolvidos e países emergentes da Ásia”, salientou Agarwal.

A Índia, com uma natalidade de 25 milhões de bebês por ano, é responsável por US $ 350 milhões da categoria de fraldas da K-C. Comparativamente, a China, com 19 milhões de bebês, é responsável por US$ 3 bilhões nessa categoria.

http://economictimes.indiatimes.com/