NotíciasPersonal Care

Kimberly-Clark e Unicef incentivam a importância do contato pele a pele em bebês prematuros

A marca Huggies inaugura uma nova etapa do programa “Um abraço para cada bebê” na América Latina, para apoiar Programas de Desenvolvimento da Primeira Infância

A Kimberly-Clark está lançando uma nova fase de seu programa “Um abraço para cada bebê” na América Latina, para apoiar os Programas de Desenvolvimento da Primeira Infância do Unicef e promover a importância do contato pele a pele, especialmente em bebês prematuros.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 15 milhões de bebês nascem prematuramente anualmente no mundo e 1 milhão morrem de complicações associadas à prematuridade.

Mais de 75% dessas mortes poderiam ser evitadas por meio de práticas como a “mãe canguru”, que estimula o contato pele a pele do recém-nascido com os pais e favorece o aleitamento materno. Abraços pele a pele também podem reduzir o risco de hipotermia em 70% e infecção em 65%, e melhorar a qualidade do sono dos recém-nascidos.

No entanto, a incerteza da pandemia de Covid-19 questionou esse tipo de prática. De acordo com um estudo mundial da BMJ Global Health, dois em cada três profissionais de saúde limitaram o contato pele a pele entre as mães e seus bebês, e 25% desaconselharam a amamentação quando há riscos de Covid-19.

Por isso, a Kimberly-Clark, por meio de sua marca Huggies, reforça seu apoio ao Unicef ​​para que todas as famílias recebam o suporte e as informações de que precisam neste momento fundamental da vida.

“Uma das principais causas de mortalidade infantil em meninas e meninos com menos de cinco anos continua a ser a prematuridade. Como empresa, temos a missão de difundir a importância do atendimento de que necessitam, além de promover um atendimento adequado para que tenham possibilidade de sobrevivência e prosperidade”, afirmou Gonzalo Uribe, presidente da Kimberly-Clark América Latina.

O programa “Um abraço para cada bebê” da Kimberly-Clark em apoio ao Unicef está ativo na América Latina desde 2019. Seus objetivos incluem contribuir para o fortalecimento dos sistemas de saúde em diferentes países e criar um ambiente amigável para os bebês; permitir que mães e pais, juntamente com seus recém-nascidos, tenham acesso a serviços essenciais de saúde, educação e apoio.

Da mesma forma, busca fortalecer a capacidade dos profissionais de saúde nos hospitais, para que possam prestar assistência de qualidade às famílias e seus bebês. Desde o início da aliança, mais de 2.751.862 pessoas foram beneficiadas por meio de ações diretas do Unicef ​​nas comunidades mais vulneráveis.

Este compromisso faz parte da preocupação da Kimberly-Clark com o cuidado e o crescimento saudável dos bebês.

Fonte
El Pais UruguaiUnicef
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo