fbpx


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online
Banner Incape Portal Tissue Online


Notícias Personal Care

Kimberly-Clark busca integração com comércio local de fraldas

kc corporation

Empresa está desenvolvendo um processo de digitalização em conjunto com conhecidas empresas de bairro em Buenos Aires, na Argentina

Do fabricante ao comércio local. Essa integração ponta a ponta é o que a empresa Kimberly-Clark busca para suas marcas de fraldas Huggies e Plenitud, e que inclui um forte compromisso com o comércio on-line, por meio de um processo de digitalização que a empresa está desenvolvendo em conjunto com conhecidas empresas de bairro em Buenos Aires, na Argentina. O projeto se acelerou devido aos efeitos da pandemia, mas a companhia também considera que o valor do e-commerce será cada vez mais importante em um futuro próximo do mercado.

Na verdade, trata-se da renovação de um relacionamento de longa data entre a Kimberly-Clark e as lojas de fraldas, com a reavaliação de um canal que continua apresentando grande potencial de crescimento. Criadas em resposta à crise de 2001, primeiro como vendas em residências e lojas de garagem, as lojas de fraldas se tornaram uma opção de qualidade, a partir do impulso iniciado por Huggies e Plenitud, com a contribuição de seus produtos. Como resultado dessa refundação, essas lojas próximas se consolidaram como uma alternativa aos shopping centers, com conveniências de preço e quantidade, e outros acessórios para bebês.

Essa tendência se aprofundou a partir da quarentena em virtude do coronavírus, em um contexto em que as vendas em supermercados vêm perdendo espaço nos últimos anos.

O modelo de crescimento conjunto é, então, relançado com um processo de promoção da comercialização digital das fraldas, por meio da unificação e coordenação da loja on-line e das plataformas de entrega. Paralelamente, Huggies e Plenitud vêm fortalecendo sua presença on-line por meio da implantação de lojas oficiais no Mercado Livre.

Com o desenvolvimento, suporte e treinamento a cargo da Kimberly-Clark, os negócios locais da área poderão contar com a comercialização por meio do aplicativo Pedidos Agora, enquanto as lojas de bairro estarão on-line por meio da plataforma Trendaube, com um modelo de portal uniforme de venda dessas marcas, desenvolvido e administrado pela empresa. Essas experiências são a primeira etapa de um amplo plano para todas as lojas de fraldas do país.

Kimberly-Clark busca integração com comércio local de fraldas

NOVO IMPULSO

A importância do e-commerce ficou evidente nos resultados alcançados durante a última hot sale. O volume de vendas teve um crescimento exponencial em relação ao ano passado para os produtos da K-C, alcançando a posição de vendedor nº 1 na categoria de fabricantes em sua categoria e na quinta posição de todo o volume de vendas do Mercado Livre. Com esses dados positivos, a marca busca garantir uma posição de liderança nas vendas digitais da categoria, integrando as partes de sua cadeia de valor.

A primeira etapa do trabalho conjunto com as lojas de fraldas este ano começou com a distribuição de material de prevenção sanitária, assim, cumprindo os protocolos de atenção ao público. Após uma difícil primeira fase de quarentena, em que várias lojas não puderam abrir devido a impedimentos logísticos, a Huggies colaborou com a instalação de mais de 300 telas de acrílico nos balcões, sinalização e acessórios de proteção.

Por outro lado, foi realizada uma pesquisa para apurar quantas lojas, principalmente no interior do país, tinham vendas on-line. Iniciou-se, assim, a tarefa de fortalecer o canal, possibilitando a todas as lojas terem essa disponibilidade ao seu alcance, por meio de um processo de digitalização inclusivo.

Para as lojas de fraldas de interior, foi criada uma loja on-line, na plataforma de comércio digital Tíanube, para que cada empresa a replique em sua conta. Esse modelo, administrado pela Huggies, tem estética e descrição de produto funcionais. Isso representa um avanço para muitos varejistas que até agora tinham apenas um canal de vendas por meio do Facebook ou outras redes sociais.

O próximo passo é o treinamento, por meio de sessões virtuais. No caso das lojas localizadas em Buenos Aires, esse suporte inclui o aprendizado para a preparação dos pedidos que chegam pelo novo canal aberto no Pedidos Agora. Nessa área existiam, de acordo com o levantamento inicial, lojas de fraldas que já possuíam ofertas no Mercado Livre e outras que não possuíam vendas diretas no digital.

O custo do empreendimento é ofertado pela Kimberly-Clark e as lojas de fralda farão, eventualmente, investimentos em seus recursos de entrega. “A ideia é capacitá-los e trazer mais tráfego para seus negócios a partir da incorporação de tecnologia e conhecimento do comércio digital, que na maioria das vezes, é uma nova modalidade para esses negócios”, comenta Gonzalo Lauría, gerente de Trade Marketing da Kimberly-Clark Argentina.

Ao salientar a importância da presença on-line, a Huggies admite, ainda, que o imediatismo é essencial para os clientes, pois é um produto indispensável para famílias com bebês e cuja disponibilidade, quando necessária, não pode esperar.

Por fim, a Kimberly-Clark enfrenta um teste de dupla transformação: um processo de digitalização inclusivo e o fortalecimento do relacionamento com as empresas de fraldas em um contexto desafiador. “Nos sentimos responsáveis por continuar liderando as renovações dos canais em geral e das lojas de fraldas em particular, sempre com o objetivo de acompanhar os consumidores com soluções adequadas às suas necessidades”, afirma a empresa.

Isso também pode ser interessante 👇🏻
• Conheça a produção de pastas de alto rendimento na BO PAPER
• Start-up na Polônia de Máquina Tissue HERGEN
• Lubmaster renova a identidade visual de seus tambores