fbpx
NotíciasTissue no Brasil

Ipel investe R$ 80 milhões

a Ipel fabricante de papéis sanitários, guardanapos, papel higiênico e papel toalha, vai concluir até o final do primeiro trimestre de 2020 um ciclo de investimentos que começou em 2017.

Nova máquina – EVO 16 ECO, fornecida pela Hergen, responsável por aumentar a capacidade de produção.

Nesse período, a empresa de Indaial, que completa 35 anos nesta sexta-feira, desembolsou R$ 80 milhões, em boa parte para modernizar a produção. Uma das aquisições mais recentes é uma máquina que começou a rodar no início deste mês, capaz de produzir até 22 mil toneladas ao ano – ampliando a capacidade total para cerca de 60 mil.

O parque fabril, de 60 mil metros quadrados, também está sendo ampliado. A área física vai ganhar 12 mil metros quadrados adicionais. A expansão impacta também nas contratações. A empresa iniciou o ano com cerca de 540 funcionários, número que já beira os 600.

Desde 2015, a Ipel dobrou a produção e o faturamento. Sem revelar dados de receita, diz que vem crescendo a uma média anual entre 11% e 12%. As vendas atingem todo o país, com marcas próprias e no formato private label, e também abastecem cinco países do Mercosul.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.