NotíciasTissue no Brasil

Fiscalização em fábrica de papel higiênico detém duas pessoas

De acordo com informações da Polícia Civil, o local tinha produtos irregulares e os autuados praticaram crimes contra o consumidor

Na segunda-feira, 30, duas pessoas foram detidas em flagrante durante uma operação em uma fábrica de papéis tissue (toalha e higiênico), no Bairro Paratibe, em Paulista, no Grande Recife. De acordo com informações da Polícia Civil, o local tinha produtos irregulares e os autuados praticaram crimes contra o consumidor.

A operação foi executada pela Delegacia de Crimes Contra o Consumidor (Decon), em parceria com o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE).

Os fiscais do Ipem encontraram, durante a ação, nove produtos irregulares, que não tinham a indicação de quantidade nas embalagens.

Foram coletadas, ainda, 128 amostras de papel higiênico e papel toalha para análise em laboratório. Todo o lote de produtos fora dos padrões que estavam na fábrica foi interditado pela equipe.

Segundo a polícia, os responsáveis terão um prazo de dez dias a partir do ocorrido para apresentar defesa ao Ipem.

Após o prazo, poderá ser aplicada multa que pode chegar até R$ 1,5 milhão, conforme a Lei Federal nº 9.933/99.

As duas pessoas foram conduzidas à Decon, no Recife, onde foram autuadas em flagrante delito pela prática de crimes contra as relações de consumo.

Os detidos pagaram fiança, que não teve valor divulgado, e responderão em liberdade.

Fonte
G1
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo