Notícias Varejo & Professional

Executivo da Kimberly Clark fala sobre vendas e relacionamento com o cliente

De olho nas inovações e também nas vendas, o responsável pelo marketing digital da multinacional americana Kimberly-Clark aponta dicas importantes para ter sucesso nas vendas!

Na abertura de sua palestra durante a Conferência E-Commerce Brasil Santa Catarina, Anthony Long disse: “Hoje, a única forma de obter sucesso em vendas está no relacionamento com o consumidor, e não mais entre marca e fornecedor. O comportamento do cliente mudou e estamos em outra realidade. As pessoas precisam ser vistas como indivíduos, e não apenas compradores”.

Além deste apontamento, Anthony também fez outras considerações que devem ser levadas em conta na nova realidade do mercado e que têm total influencia na forma de tratar as vendas.

A abertura da palestra de Anthony teve uma alta repercussão na internet, principalmente quando relacionadas aos dados do varejo físico, onde nos EUA, por exemplo, houve uma queda de 20%, com uma infinidade de lojas fechadas. “Essa culpa até pode ser atribuída ao e-commerce, pois muitas pessoas migraram para essa forma de consumo. Porém, os lojistas precisam atentar à falha de não seguir o comportamento dos consumidores, o que já vem mudando no mundo virtual. Uma prova de que o consumo do usuário mudou está nos quase US$ 12 bilhões de vendas pelo Mercado Livre” – apontou Anthony

Segundo o executivo é necessário que sejam feitas mudanças de modo a renovar o modelo de negócio. “As vezes é preciso destruir as estruturas, e não apenas reparar o modelo de negócio. Hoje, o valor da empresa precisa ser sobre os consumidores, os acionistas. Posso citar o modelo de uma empresa by box, por exemplo, que permite ao consumidor escolher o preço a pagar. Como? O produto começa com um valor e, de acordo com as maneiras que o consumidor optar por pagar e retirar a compra, oscila para mais ou para menos. Esse formato dá autonomia ao cliente de como pagar o seu produto”, explicou.

Ele ainda complementa dizendo que: “A ideia é fazer a sua marca ser vista no mercado, e a inovação é sempre bem-vinda. Ela é um imã para consumidores e certamente trará mais buscas”.

Hoje, segundo Anthony, quem dita as compras é o cliente, e não mais os produtos. Caso a marca queira entrar na vida do consumidor, a partir de agora terá de mudar o comportamento, escutando-o e seguindo cada um de seus passos nos processos de compra. “Quando entendemos o consumidor, automaticamente eliminamos a fricção do processo de compra. E isso já é uma mudança de comportamento. As pessoas seguem o que é mais conveniente ao estilo delas. Vai sobreviver quem entregar a melhor experiência e for mais verdadeiro quanto ao motivo de existirem. Vale tanto para o varejo online como para o offline”, concluiu.

Comente com Facebook

Comentários