Notícias

EXECUTIVA BRASILEIRA DA KIMBERLY CLARK DÁ DICAS PARA QUEM QUER CONHECER O CHILE

ANA PAULA BOGUS ASSUMIU A FILIAL CHILENA DA KIMBERLY-CLARK, TORNANDO-SE A PRIMEIRA BRASILEIRA A OCUPAR O CARGO DE CEO NA EMPRESA. A RESPONSABILIDADE AUMENTOU, MAS A QUALIDADE DE VIDA E O TEMPO PARA O LAZER TAMBÉM

bemviver-01

Desde o fim do ano passado, Ana Paula Bogus, de 40 anos, tornou-se a primeira mulher brasileira a ocupar o cargo de CEO na Kimberly-Clark. Ela deixou a diretoria de marketing da filial brasileira da companhia, em São Paulo, e assumiu o comando da empresa no Chile. Com a mudança, ganhou algo surpreendente – tempo. Ou, mais especificamente, uma hora e quarenta minutos por dia. Na capital paulistana, desperdiçava uma hora e cinquenta minutos no deslocamento entre sua casa e o trabalho. Hoje, em Santiago, reduziu esse prazo para dez minutos. “É um benefício que não constava no contrato, mas é superimportante para mim”, diz. “Dou grande valor aos momentos em família.”

Ana Paula, mãe de um garoto de 3 anos, é casada com o fotógrafo Márcio Salerno. Enquanto trabalha, o marido caça cenas na paisagem da capital chilena. O casal planeja, sem pressa, lançar um livro de turismo. “Seria um guia sobre o Chile”, afirma. “Ele traria dicas de lugares que geralmente não estão nos roteiros convencionais.”

As sugestões presentes no livro seriam extraídas do dia a dia da família. Qual é a primeira? “Consiga uma bicicleta. Foi o que fizemos assim que chegamos aqui”, diz Ana Paula. “Em Santiago, não existem ciclovias, e é comum que as pessoas pedalem nas ruas e nas calçadas.” Certamente, o fato de a capital chilena ter metade da população de São Paulo colabora para esse tipo de liberdade.

A executiva usa a bicicleta para fazer piqueniques em parques ou conhecer bairros de Santiago. Os passeios oferecem um contraponto à vida agitada da presidente de um dos braços de um gigante global. “Sou naturalmente acelerada”, diz. “Por isso, pedalar pela cidade é muito bom. Estou gostando desse ritmo de vida mais tranquilo.”

A seguir, o Chile de Ana Paula Bogus:

bemviver-02

VINHEDOS NOS ARREDORES DE SANTIAGO: PROGRAMA PARA OS DIAS DE SOL (FOTO: JOSE LUIS STEPHENS / GLOW IMAGES)

Chile
Natureza à la carte
Passeios ao ar livre, para dias quentes e frios

Dia de Sol
Adoro visitar as vinhas próximas a Santiago. São programas para um dia inteiro. É como se estivesse em uma fazenda, superagradável. Gosto especialmente da Matetic, que tem piscina e a opção de pernoite. matetic.com/el

NO PARQUE FLORESTAL, CAMINHADAS E PEDALADAS (FOTO: RUSSEL KORD / GLOW IMAGES)

NO PARQUE FLORESTAL, CAMINHADAS E PEDALADAS (FOTO: RUSSEL KORD / GLOW IMAGES)

Quando nevar
Já estou me preparando para o inverno. Gosto muito de esquiar e quero fazer isso com minha família nos fins de semana. Uma das estações que pretendo conhecer é El Colorado, pertinho de Santiago – cerca de 40 quilômetros –, antes mesmo do Valle Nevado. elcolorado.cl

EL COLORADO: DISTANTE 40 KM DA CAPITAL, A ESTAÇÃO DE ESQUI É O POINT DE ANA NO INVERNO (FOTO: MARTIN BERNETTI/ AFP)

EL COLORADO: DISTANTE 40 KM DA CAPITAL, A ESTAÇÃO DE ESQUI É O POINT DE ANA NO INVERNO (FOTO: MARTIN BERNETTI/ AFP)

Gastronomia
Vinhos e frutos do mar
Três restaurantes imperdíveis na capital chilena

Nas horas vagas, um dos meus programas favoritos é conhecer restaurantes. Aqui, gosto de fazer isso especialmente nos fins de semana, quando a cidade está mais vazia, porque as pessoas costumam viajar.

Bocanariz
Localizado em uma região mais central e boêmia. Sugiro que vá à noite e prove as ostras e o pato, maravilhosos. Ao redor, há vários outros restaurantes e bares. bocanariz.cl

bemviver-06a

Baco Vino y Bistro

bemviver-09

No Chile, são comuns as vinotecas, restaurantes com degustação de vinho. As pessoas provam perto de cinco tipos diferentes da bebida, a preços razoáveis. Esse é um lugar muito agradável, em uma praça, com mesas do lado de fora. Por isso, recomendo uma visita de dia. Nueva de Lyon, 113, Providencia, Santiago.

CasaLuz

bemviver-08
Serve uma culinária internacional e, como é comum na cidade, com muitos frutos do mar. Recomendo o polvo, maravilhoso. O restaurante fica no bairro Italia, que me lembra um mini Soho, de Nova York. São cerca de seis quadras cheias de galpões, restaurantes, galerias de arte, antiquários. www.casaluzrestaurant.cl

Biblioteca gastronômica

bemviver-10
Gosto muito de cozinhar e tenho vários livros de receita, mas não os sigo à risca. Apenas me inspiro neles. Atualmente, prefiro comer fora e explorar a cidade. Mesmo assim, o Panelinha, da Rita Lobo, é um dos meus preferidos, fica sempre ao lado do fogão – e colabora com a cozinheira que trabalha em casa.

selo_ok

epocanegocios.globo.com