Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Empresa Asiática de Celulose fecha acordo de exclusividade para negociar compra da Eldorado Brasil

Indonésios obtêm exclusividade para negociar com empresa dos irmãos Batista

fabrica-celulose-eldorado-brasil

A Asian Pulp & Paper Group (APP), empresa de celulose com sede na Indonésia, fechou acordo de exclusividade para ter acesso aos dados da Eldorado, empresa de celulose da J&F, que está à venda. Pela exclusividade, a APP ofereceu R$ 15 bilhões pela Eldorado, que tem cerca de R$ 8 bilhões em dívidas.

De acordo com fontes, esses acordos duram entre 30 e 45 dias, mas o fechamento do negócio poderá ser antecipado e acontecer em duas semanas. A J&F informou que não comenta negociações em torno da Eldorado Brasil e reitera que “os processos seguem os trâmites usuais para operações dessa natureza.”

Procurada, a APP informou que não está comprando a Eldorado, mas admitiu que o Brasil é um mercado interessante e a empresa não descarta investimentos futuros.

banner incompany

A empresa de celulose do grupo J&F já foi alvo de interesse da chilena Arauco, que chegou a fechar um acordo de exclusividade na negociação, e teria feito oferta de R$ 14 bilhões, mas a operação não foi adiante. A brasileira Fibria, líder mundial do setor, comunicou ao mercado em junho seu interesse na concorrente, mas teria oferecido valores inferiores aos dos chilenos e indonésios, o que a deixa fora do páreo, por enquanto.

Os irmãos Batista anunciaram um programa de desinvestimento para reforçar o caixa do grupo e pagar a multa de R$ 10,3 bilhões prevista no acordo de leniência fechado com o Ministério Público Federal. A J&F já passou adiante a Alpargatas, por R$ 3,5 bilhões, para a Itaúsa e o fundo Cambuhy, e a participação na Vigor, por R$ 5,7 bilhões, para a mexicana Lala. A JBS já vendeu sua operação no Mercosul por cerca de R$ 1 bilhão para a Minerva. Além disso, se desfez da divisão de confinamento de gado e fazendas no Canadá por US$ 40 milhões.