fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online
Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online


Celulose Notícias

Eldorado e Bracell arrematam terminais de celulose em Santos

Eldorado e Bracell arrematam terminais de celulose em Santos

Os leilões consolidam uma nova lógica de otimização do uso de áreas no Porto de Santos

Na sexta-feira, 28, o governo federal realizou, por meio da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), os leilões dos terminais de celulose STS14 e STS14A, localizados no Porto de Santos (SP). A primeira área foi arrematada pelo consórcio Eldorado Brasil Celulose e a segunda, pela Bracell SP Celulose.

Pelo terminal STS14A, a Eldorado Brasil Celulose ofertou outorga de R$ 260 mi, e também fez a melhor proposta pela área STS14. Porém, pelas regras do leilão, não é permitido o mesmo vencedor nas duas unidades. Assim, o consórcio escolheu o terminal STS14, pelo qual pagará R$ 250 milhões.

Eldorado e Bracell arrematam terminais de celulose em Santos

De acordo com a Eldorado Brasil, durante a concessão, além da remuneração de R$ 250 milhões paga à União pela outorga, há a projeção de investir mais R$ 250 milhões para adequação e modernização da área. Além de contar com um novo armazém, o novo berço será conectado à malha ferroviária, possibilitando a chegada de trens com celulose até a zona portuária.

A melhora das condições logísticas está relacionada aos planos da companhia de lançar uma segunda linha de produção de celulose. Ela mantém uma fábrica em Três Lagoas (MS), com capacidade de produção de 1,8 milhão de toneladas por ano.

Por outro lado, o consórcio Bracell SP Celulose, representado pela Corretora Planner, arrematou o terminal STS14A com um lance de R$ 255 milhões. A empresa, atuante no Brasil há 15 anos, é uma das maiores produtoras de celulose especial do mundo e possui duas principais operações no país: em Camaçari (BA) e em Lençóis Paulista (SP).

Após a cerimônia, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, celebrou o sucesso dos leilões dos terminais de celulose. “Estamos dando passos firmes para transformar o setor portuário e melhorar a navegação no Brasil. Somos um país que está vocacionado para crescer”, comentou.

Vale ressaltar que o Brasil é um dos maiores produtores de celulose do mundo, sendo ela o produto com maior taxa de crescimento anual no Porto de Santos. Com os investimentos nos terminais, a movimentação de carga de celulose deve saltar para cinco milhões de toneladas por ano.

Os leilões consolidam uma nova lógica de otimização do uso de áreas no Porto de Santos

AS ÁREAS

O terminal STS14 tem área de 44,5 mil m² e será atendido por dois berços localizados no cais público do Macuco, com extensão total de aproximadamente 1.000 metros. O novo arrendatário será responsável por realizar investimentos, como a construção de novo armazém e aquisição de pontes rolantes para proporcionar o descarregamento ferroviário de uma composição de 67 vagões com 88 toneladas cada em, no máximo, 8,5 horas, por exemplo.

Por sua vez, o vencedor do terminal STS14A, com área de 45,1 mil m², além de construir um novo armazém e promover investimentos que permitam o mesmo descarregamento ferroviário do outro terminal, também deverá custear equipamentos que possibilitem remessa de embarque, do armazém para o cais de, no mínimo, 25 mil toneladas diárias.

Tais investimentos em ambos os terminais representam cerca de R$ 420 milhões ao longo dos 25 anos do contrato de concessão, e as áreas renderão R$ 110,9 milhões para a Santos Port Authority (SPA), autoridade portuária que administra o porto.

Os leilões consolidam uma nova lógica de otimização do uso de áreas no Porto de Santos, já que agora, a movimentação das cargas se dará de forma mais setorizada e efetiva, de acordo o novo Plano de Zoneamento e Desenvolvimento (PDZ) do porto. Os terminais deverão gerar mais de 7.600 empregos, entre diretos, indiretos e efeito-renda.

Isso também pode ser interessante 👇🏻
• Techmelt: metalúrgica própria e qualidade no tratamento de fibras
• Frota própria: quais as vantagens?
• Auti entrega sua 20ª máquina de papel tissue automatizada