Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Da Ferrovia à Capital Mundial da celulose: Três Lagoas faz 100 anos

Cidade sul-mato-grossense é comparada ao ABC Paulista pelo seu desenvolvimento industrial

c0a874efb92382e5911c0829e8f4ddd8

Arquivo / (Acervo Lazinho)

A cidade de Três Lagoas completa nesta segunda-feira (15), 100 anos de história. Fundada em 1915, sua colonização iniciou-se ainda na década de 1880, por Luís Correia Neves Filho, Protásio Garcia Leal e Antônio Trajano dos Santos e teve a economia voltada para a antiga ferrovia Noroeste do Brasil (NOB).

Consequentemente com a pecuária se destacou entre as principais cidades do País na criação de rebanho de corte.

No censo de 1940, a cidade tinha 15.378 habitantes e 20 anos depois, a população atingia 31.690 habitantes. Em 1991 possuía 68.162 habitantes.

Já no inicio de 2000 totalizava 78.900 moradores e no último censo feito pelo IBGE, em 2014, a cidade alcançou seis 111.652 habitantes, se tornando a terceira cidade mais populosa de Mato Grosso do Sul, atrás de campo Grande e Dourados, ultrapassando Corumbá.

Nos últimos 10 anos, Três Lagoas deixou para trás a cultura de gado, seguindo para o rumo industrial, atraindo na gestão de Simone Tebet (PMDB), em seus dois mandatos como prefeita, inúmeras fábricas de tecelagem, fios, embalagens plástica e uma das maiores empresas de refrigeradores do Brasil.

Industrialização

Além destes segmentos que atraíram grandes investidores do País, que automaticamente gerou milhares de empregos diretos e indiretos, Três Lagoas recebeu as instalações das duas maiores fábricas do mundo de papel e celulose, como a Fibria e Eldorado Brasil, além da fábrica deFertilizantes da Petrobras, que ainda não foi concluída.

A cidade ganhou o apelido de “Capital Mundial da Celulose”, além de ter sido comparada, pelo ex-presidente Lula, quando esteve em Campo Grande durante evento na Fiems, à região do ABC paulista pelo seu desenvolvimento industrial.

Bruno Chaves/Arquivo Capital News

Bruno Chaves/Arquivo Capital News

Nessa ocasião centenas de novos trabalhadores, desde a construção das indústrias vieram para a cidade. O município ainda não havia se preparado para esse exodo urbano, fazendo com que o setor imobiliário tivesse um boom.

A situação aos poucos foi se regularizando. Muitos desses trabalhadores acabaram por abraçar a cidade e nela ficaram.

Isso também ocorreu na década de 70 com a construção da Barragem do Jupiá, na divisa com São Paulo, onde muitos operários que nessa construção e fixaram moradia na cidade.

Recentemete com a crise econômica, a população sofreu com a paralisação da UFN3, fábrica de celulose da Petrobras e hoje vive a expectativa de melhoria com os investimentos anunciados para as fábricas de celulose.

Política
Na área política a cidade da região Leste de mato Grosso do Sul, que faz divisa com o Estado São Paulo, é representada no Congresso Nacional, em Brasília, pela senadora Simone Tebet e, no legislativo estadual pelos deputados Eduardo Rocha (PMDB) e Ângelo Guerreiro (PSDB). A atual administração da Prefeitura de Campo Grande está a cargo de Márcia Moura (PMDB).

Por que Três Lagoas

A principal cidade da região do Bolsão sul-mato-grossense, Três Lagoas, recebeu o nome devido a três lagoas existentes na cidade.

A mais famosa e que é atualmente o principal ponto turísico do muicípio, com realização de ventos, pista de Cooper para os moradoes além de extensa área de lazer, recebe o nom de Lagoa Maior.

O clima local caracteriza-se como tropical quente e úmido. Possui estação chuvosa no verão e seca no inverno. A temperatura média local é de 26 °C. Tês lagoas é uma cidade muito quente e o motivo é explicado pelos especialistas devido ao município estar cercado por bacias hidrográficas, que são Rio Paraná, a quinta maior bacia hidrográfica do mundo. Tem ainda duas sub-bacias importantes: a do Rio Verde e a do Rio Sucuriú.

Transporte

Hidrovia Tietê-Paraná

A Hidrovia Tietê-Paraná A Hidrovia Tietê-Paraná consiste em uma via de navegação que liga a região Sul, Sudeste e Centro-oeste do país, ao longo dos rios Paraná e Tietê.

É um meio de transporte de extrema importância para o escoamento de grãos dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e parte de Rondônia, Tocantins e Minas.

Além de servir também para o transporte da celulose fabricada nas indústrias de Três lagoas.

capitalnews.com.br