fbpx




Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online
Banner Incape Portal Tissue Online

Celulose Notícias Sustentabilidade

Consumo de água; Economizar antes que seja tarde: Veja as medidas da Eldorado e Fibria, em Três-Lagoas MS

agua2

ELDORADO

A Eldorado Celulose explicou que o processo industrial de separação da celulose utiliza água basicamente na lavagem dos cavacos e na etapa de branqueamento.

A empresa conta com um moderno sistema composto por duas estações: uma de Tratamento de Água (ETA) e outra de Tratamento de Efluente (ETE). A água é captada no Rio Paraná e precisa ser tratada antes de ser utilizada no processo, na qual é reaproveitada diversas vezes. Quando a reutilização não é mais possível, ela é tratada novamente no tratamento de efluente e devolvida ao Rio Paraná de onde é usada.

O uso racional da água está entre os princípios da Eldorado; por isso, o modelo de reaproveitamento da água utilizada no processo produtivo visa à baixa captação e o alto reaproveitamento de recursos hídricos. Para produzir 1,7 milhão de toneladas de celulose por ano, a empresa conta com água tratada em etapas como secagem e branqueamento.

Após todo o reaproveitamento interno desta água no processo, ela novamente retorna ao Rio Paraná com vazão mínima de consumo, ou seja, a Eldorado devolve praticamente 100% do que foi captado ao Rio de acordo com os padrões ambientais vigentes.

A empresa foi projetada para reaproveitar ao máximo o uso de água em seus processos, o que prevê um baixo consumo de recurso hídrico e reforçando os conceitos de sustentabilidade, que é um de seus pilares da estratégia de crescimento e geração de valor.

FIBRIA

A água para o processo de produção de celulose da Fibria em Três Lagoas (MS) é captada do rio Paraná, que possui vazão de 6.500 metros cúbicos por segundo. A Fibria realiza a captação média de 1,2 metro cúbico por segundo, o que corresponde a 0,018% da vazão total do rio.

A Fibria busca o aprimoramento em todos os seus processos visando à sustentabilidade e a otimização dos recursos naturais. A água necessária para a produção de celulose é reutilizada 4,7 vezes. Após a utilização da água no processo industrial, ela é tratada e devolvida ao rio de acordo com os padrões estabelecidos pelo órgão fiscalizador.

A Fibria utiliza o recurso hídrico de forma consciente e sustentável. Além de reutilizar a água, a empresa também aproveita o vapor e os resíduos gerados no processo de fabricação, para a geração de energia elétrica. Esta energia mantém o consumo da planta industrial, tornando-a autossustentável; o excedente é disponibilizado na rede de distribuição que ajuda a suprir as necessidades do país.

DICAS – Sustentabilidade

De acordo com um blog de arquitetura sustentável, as águas da chuva coletadas pelos telhados podem ser armazenadas para serem utilizadas em: lavação de roupas, lavação de calçadas e veículos, piscinas, vasos sanitários, irrigação de jardim e obras. Todos estes usos somam mais de 40% do consumo de água de uma residência.

A água da chuva é extremamente limpa, porém pode carregar pequenas partículas de sujeira que se acumulam no telhado. Portanto, ela não pode ser simplesmente armazenada; deverá ser tratada primeiro. Em edificações pequenas, é possível inserir um sistema de descarte do primeiro volume da água de chuva, que contém os elementos de sujeira; o restante vai para uma cisterna enterrada ou de piso que vai alimentar a casa. Em grandes áreas de telhado é necessário o uso de filtros; o mercado brasileiro já conta com alguns modelos prontos.

Para calcular quanto você vai poder armazenar, procure saber a pluviosidade média da sua cidade e faça as contas considerando a área do seu telhado. Por exemplo: se a pluviosidade média da sua cidade é de 200 mm por mês e o seu telhado tem 100 metros quadrados: 0,2 m x 100 m2 = 20 metros cúbicos = 2000 litros de água de chuva por mês.

No caso de reformas, é possível inserir o aproveitamento da água de chuva somente se o encanamento for trocado, pois é preciso um encanamento novo para a distribuição aos pontos que usarão água de chuva. Também é preciso inserir uma nova caixa de água ou colocar um pressurizador.

hojemais.com.br