fbpx
KörberNotíciasTissue no Mundo

Conheça as tecnologias da Körber para otimização do processo de gofragem

As soluções mais recentes da companhia são os gofradores da família Casmatic Catalyst, disponíveis em duas versões

Um dos participantes do Painel Tissue Online que debateu como otimizar o processo de gofragem foi Daniel Schroeder, coordenador de vendas da área de negócios Tissue da Körber na América Latina. Na ocasião, ele mencionou quais são as soluções mais recentes que a Körber oferece ao mercado para aprimorar o processo de gofragem.

“As nossas soluções mais recentes são os gofradores da família Casmatic Catalyst, disponíveis em duas versões: a versão S6, para velocidades até 600m por minuto, e S8, para laminação até 700m por minuto. Os gofradores Catalyst possuem um diferencial: eles são capazes de realizar a troca de rolos gofradores de aço de forma automática, sem a necessidade de nenhuma ferramenta ou habilidade do operador. O equipamento é construído sobre uma estrutura e, debaixo dela, ficam os magazines dos rolos de aço, onde podem ser armazenados até cinco rolos de aço, para que o cliente possa realizar todo seu mix de produção e alternar entre um produto e outro, de forma rápida e sem nenhum risco, tanto na parte de integridade física dos operadores quanto os rolos gofradores. Os gofradores S8 podem substituir um rolo de aço em seis minutos e são flexíveis no quesito de tipologia de gofrado, onde podemos realizar qualquer tipo de processo, desde o mais simples, como o aço borracha para fazer um produto de folha simples, como também para o processo de folhas múltiplas”, explicou.

O profissional também comentou quais os diferenciais e vantagens que um módulo gofrador atual tem em comparação com o gofrador de geração passada. “Ao longo dos anos, os gofradores e os processos foram evoluindo bastante; no passado, não havia essa cultura como hoje, de gofrados variados, tudo era muito primitivo. Hoje, você consegue fazer qualquer desenho com o avanço da tecnologia de fazer gravações; antes, o gofrador fazia apenas um processo, para fazer um outro produto tinha que comprar outro gofrador; hoje se faz isso com apenas um equipamento. Fazendo trocas bem rápidas, hoje também a segurança dos componentes dos gofradores e a integridade física dos operadores são maiores; temos a nossa tecnologia sustentável, o famoso Aquabond, onde podemos substituir a utilização de adesivos de laminação por água”, concluiu.

Confira na íntegra o Painel Tissue Online: Como otimizar o processo de gofragem:

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.