Celulose Notícias

Aracruz, ES, vai deixar de ser maior produtora de celulose do mundo

Fibria informou que unidade em Mato Grosso do Sul vai superar produção. Decisão foi estratégia da empresa que avaliou uma série de fatores.

foto-aerea_fabrica_vitor_nogueira

Unidade da Fibria em Aracruz, no Norte do Espírito Santo

A líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria, informou, nesta terça-feira (14), que a unidade de Aracruz, no Norte do Espírito Santo, vai deixar de ser a maior fábrica de celulose do mundo, após a implementação da nova linha de produção em Três Lagoas, no estado Mato Grosso do Sul, em 2016. Segundo a empresa, o investimento foi uma decisão estratégica.

A implementação da nova linha de celulose da companhia no Mato Grosso do Sul deverá ser submetida à aprovação do Conselho de Administração até o fim do primeiro semestre, de acordo com a empresa. A Fibria disse ainda que se reuniu nesta segunda-feira (13), no interior de São Paulo, com 150 representantes de 36 fornecedores do setor de equipamentos para a indústria de celulose e detalhou o projeto.

Em 2009, a Fibria instalou sua primeira linha em Três Lagoas, com capacidade de 1,3 milhão de toneladas anuais. Segundo a empresa, a nova linha de celulose, na cidade, vai ter capacidade prevista de 1,75 milhão de toneladas por ano, com isso, a unidade vai alcançar a produção total de 3,05 milhões de toneladas anuais, se transformando na maior fábrica de celulose do mundo, posto atualmente, ocupado pela unidade da Fibria em Aracruz, um complexo que reúne três linhas de produção.

 

Fonte: G1