fbpx


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online


Banner Incape Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Alta oferta alerta Mercado dos preços para celulose

Em 2017 a capacidade de produção vai subir, em 30% para fibra curta em. Projetos da CMPC e Arauco comandam a alta.

"Pode haver uma correOs olhos do mercado de celulose estão no Brasil e no Uruguaição (de preços), mas nada parecido com o 'desastre' anunciado anteriormente", diz o vice-presidente da Stora Enso

Os olhos do mercado de celulose estão no Brasil e no Uruguai

Os olhos do mercado de celulose estão no Brasil e no Uruguai. Apesar de não haver diferença significativa vista nos anos entre a oferta e a demanda em fibra longa (BSKP), isso é muito diferente para o caso de fibra curta (BHKP), entre 2013 e 2017, porque existem dados significativos para alta de capacidade neste mercado.

Uma análise realizada pelo consultor inglês Hawkins Wright para Arauco, mostrou que em 2017 o mercado de fibra longa vai inserir 595 mil toneladas, enquanto que em fibra curta serão produzidas 5,4 milhões de toneladas.

Entre os próximos para iniciar a negociação durante esse período, estão a maioria dos projetos relevantes: Suzano; Eldorado; Arauco; Stora Enso e CMPC.

Em sua última apresentação a Fibria argumenta que o mercado global brasileiro de fibra curta de eucalipto produz cerca de 18 milhões de toneladas, e com a entrada de novos projetos nos próximos três anos, a produção subiria para 23,5 milhões de toneladas.

Em suma, a capacidade subiria 30%. A figura gera medo no mercado, especialmente quando se considera que o banco de investimento Morgan Stanley argumenta que a capacidade de fibra de eucalipto iria crescer a uma média de 3,1% em 2017, enquanto o demanda no mesmo período é em média, apenas 2,1%.

Como acertar um preço de oferta mais elevada? A tonelada fechou 2013 em cerca de EUA $ 795. Para 2014, os analistas concordam que com base neste cenário, a entrada de novas capacidades, o preço por tonelada deve encerrar o ano entre US $ 720 ou $ 730.

“Se houver atraso ou entrada dinâmica de nova capacidade, o preço agressivo não deve ser mais favorável. Isso depende do mercado “, disse o analista Andres Galarce. O analista Felipe Ruiz da BCI Brokers vai além. “Projetamos preços médios de fibra em US $ 730/ton para 2014, recuando gradualmente para EUA $ 690/ton em 2017 com o lançamento de Guaíba 2”, diz o analista. Acrescenta ainda que, com base em registros históricos, há estimativa em todo o mundo para aumento de celulose de fibra curta entre 700 mil e 800 mil toneladas.

No entanto, o analista explica que somente entre Montes del Plata (Arauco, Stora Enso) e Maranhão (Suzano) a capacidade de produção vai aumentar em cerca de 3 milhões de toneladas por ano a partir de 2014.

O especialista argumenta que, dado o novo cenário, o desafio futuro para a indústria é melhorar a eficiência. “As empresas devem concentrar os seus esforços na melhoria da eficiência da produção, a fim de manter o custo de produção e rentabilidade equilibrados”.

Pulso.cl
Adaptado e Traduzido por Tissue Online

As pressões sobre os preços de celulose começam mais fortes no decorrer deste ano e após a implementação de Montes del Plata, no final de 2014 e início de 2015.