Celulose Notícias

Segundo IBÁ, a produção brasileira de celulose cresce 12,6% no mês de abril, mas exportações recuam

eucalipto-810x209

Nos primeiros quatro meses do ano, a produção brasileira de celulose cresceu 5,1 por cento, para 6,325 milhões de toneladas.

celulose

A produção brasileira de celulose subiu 12,6 por cento em abril sobre mesmo período de 2016, para 1,647 milhão de toneladas, enquanto as exportações do insumo recuaram 9,5 por cento, de acordo com dados preliminares divulgados nesta quarta-feira pela entidade que representa o setor, Ibá.

Nos primeiros quatro meses do ano, a produção brasileira de celulose cresceu 5,1 por cento, para 6,325 milhões de toneladas. As exportações no período subiram 1,6 por cento, para 4,345 milhões de toneladas.

O consumo aparente de celulose saltou 72,9 por cento em abril, para 650 mil toneladas e no acumulado dos quatro primeiros meses do ano subiu 9,3 por cento, para 2,057 milhões de toneladas, também na comparação com 2016. O consumo aparente é a soma da produção e importações, menos as exportações.

Já as vendas no país de painéis de madeira, importante insumo para a construção civil, caíram 11,4 por cento em abril, para 481 mil metros cúbicos. No acumulado do ano, essas vendas totalizaram 2,091 milhão de metros cúbicos, queda de 0,8 por cento ano a ano.

premium amarelo

A entidade informou ainda que a produção de papel no mês passado recuou 0,5 por cento sobre um ano antes, para 843 mil toneladas, com as vendas domésticas caindo 3,9 por cento no período, para 416 mil toneladas.

De janeiro a abril de 2017, a produção de papel somou 3,384 milhões de toneladas, queda de 1,7 por cento ante o volume apurado no mesmo período de 2016. As vendas domésticas do produto caíram 2,9 por cento na mesma base de comparação.

economia.uol.com.br

Comente com Facebook

Comentários