Colunista Tissue Notícias

Mudança de Atitude

Escrito por Felipe Gonçalves

Sou professor universitário e profissional corporativo desde 1995.

Gostaria muito de me apresentar, falar da minha formação acadêmica, das minhas experiências no mundo corporativo e acadêmico, porém não farei isso, de propósito, pois acredito que de nada vale títulos, experiências e patentes, se com este livro eu não conseguir mudar a vida de alguém.

Talvez este seja o grande objetivo deste artigo, mudar a vida de alguém.

No meu mestrado acadêmico sempre fui cobrado em obter resultados e em escrever artigos; o árduo trabalho concomitante com o mestrado, nem sempre me propiciavam o tempo necessário para satisfazer as inevitáveis cobranças de todos. Problemas na fábrica, problemas pessoais, estudos e artigos, me forçavam a estar motivado para cumprir as obrigações em todas as áreas de minha vida.

Comecei a pensar nos importantes resultados que já havia conseguido: Tinha emoldurado na parede meu diploma de graduação, ao lado de um certificado de MBA ; estava fazendo Mestrado e há doze anos já era um profissional corporativo. De certa forma eu já tinha um conteúdo técnico e nessa época já ocupava um cargo respeitável. Porém isso tudo aumentava minha responsabilidade e o desejo de produzir mais. O tempo de experiência aliado aos estudos e especializações me dava o sentimento de estar profissionalmente exercendo a minha profissão, o meu cargo e a minha função, porém eu via ao meu lado pessoas sem essas qualificações que sabiam mais do que eu na hora de produzir, de fazer as coisas acontecerem. Eu tinha o estudo, entendia um pouco de gestão, mas não dominava a esfera toda de produção, de obter resultados expressivos, apesar de meus esforços, vontade e disposição.

Imagino que alguns que estão lendo estas linhas podem ser gestores, tanto de pessoas quanto de processos. Pergunto: “O que é mais difícil lidar: com processos, números ou com pessoas? ”Na minha concepção, através das experiências vividas, temos mais trabalho em lidar com pessoas do que com processos, porque quando lidamos com gente, algumas estão engajadas na função, motivadas, estão com vontade, ao passo que outras fazem o mínimo necessário para permanecerem no emprego. Quando o grupo é pequeno, tudo fica mais fácil, mas quando são algumas centenas, o desafio se torna imenso, gigantesco. A tendência nesse caso é tentar se “tornar invisível”, fugindo de gente para não se desgastar demais. Entrar meio que escondido na fábrica às dez horas da manhã, e apesar das máquinas estarem paradas, ninguém se preocupa em ir atrás de você.

VALMET-BANNER

Quando era operador de máquinas, houve época sem que era convocado para fazer “hora extra”, mas não na minha função principal. Lembro que já havia cumprido meu turno de oito horas e achava que, como já havia feito meu serviço em expediente normal, o serviço extra não faria parte da minha função nem do meu turno. Então poderia fazer tranquilo, em uma velocidade mais moderada.

Nisso percebi que as coisas não funcionavam dessa forma, porque eu também era cobrado pelo extra, mesmo já tendo exercido minha função no meu expediente normal. O chefe desse turno me ordenava que aumentasse a velocidade da máquina, pois a produtividade do equipamento dependia em grande parte de mim.

Eu queria tanto expor minha situação e falar com alguém que pudesse me motivar naquele momento…..!!!

Não posso falar só sobre estratégia, planejamento, métodos e técnicas para potencializar resultados sem falar das pessoas que são os principais responsáveis por alcançar estes resultados.

Quando você se dedica e acaba ultrapassando seus limites confortáveis, você consegue mudar a vida das pessoas. Quando se dedica além do que lhe pedem, você não muda processos e métodos, mas passa a mudar vidas! Quando te ligam de madrugada e estes esperam que você resolva o problema por telefone, você levanta, vai até a empresa e acaba ficando direto no trabalho. Certas atitudes como essa podem exercer grande influência na mudança da forma de vida de todos que o rodeiam.

Quando você muda a sua atitude, o pensamento e o sentimento, você surpreende as pessoas e consequentemente os bons resultados começam a aparecer.

Comente com Facebook

Comentários

Sobre o Autor

Felipe Gonçalves

Engenheiro Químico / Leader and Professional Coach
Mestre em Engenharia de Produção
MBA em Supply Chain
Professor de Pós Graduação na Escola de Negócios Trevisan, Universidade São Francisco e Faculdades Atibaia.
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL NAS EMPRESAS:
SANTHER, KIMBERLY-CLARK, HYPERMARCAS E NATURA.