Notícias Tissue no Brasil

Ipem SP, reprova 5 marcas de papel higiênico

tissue papel

Objetivo era verificar se as medidas, como largura e comprimento, são as mesmas indicadas pelo fabricante na embalagem.

rolo

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) realizou nesta quarta-feira (14) a operação ‘Papel Higiênico Institucional’. O objetivo era verificar se as medidas, como largura e comprimento, são as mesmas indicadas pelo fabricante na embalagem. Das seis marcava avaliadas em São Carlos (SP), cinco foram reprovadas.

O responsável pelo produto foi autuado e tem dez dias para apresentar a defesa, que será analisada pelo departamento jurídico do Ipem. “Se for indeferido, é aplicada uma penalidade em multa que pode chegar até a R$ 1,5 milhão”, explicou Ricardo da Silva Leite, diretor regional do órgão.

A identidade das empresas fabricantes que foram reprovadas não foram divulgadas pelo Ipem.

Produtos

O Ipem recolheu, em várias cidades do estado, amostras de papel higiênico institucional, vendido para grandes consumidores como indústrias e comércio.

Cada rolo deveria ter de 200 a 300 metros de papel, mas as análises surpreenderam. “Em uma embalagem, por exemplo, de 300 metros, havia erro com mais de 150 metros”, disse o diretor do Ipem.

premium amarelo

Análises

As análises foram realizadas simultaneamente nos laboratórios do instituto nos municípios de São Carlos, Campinas, Bauru, São José do Rio Preto e São Paulo.

Caso o produto não cumpra com o que diz na embalagem, o consumidor pode fazer a denúncia ao Ipem pelo telefone 0800 013 0522 ou pelo e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

g1.globo.com

Comente com Facebook

Comentários