Celulose

Fibria treina operadores de máquinas florestais com tecnologia 3D

fibria

Treinamento em simuladores é uma tendência mundial e essencial para produtividade

aulas-praticas-treinamento-de-operadores-de-maquinas-florestais-jpnews

A Fibria contará com a melhor tecnologia e performance do mercado aplicado em máquinas florestais para atender sua segunda linha de produção de celulose em Três Lagoas. Para operar essas máquinas, a empresa, por meio do Programa de Qualificação Profissional, está capacitando operadores com treinamento em simuladores em uma base de comando similar à das máquinas reais. Os simuladores utilizam tecnologia 3D, que com a realidade virtual, aprimoram a formação técnica dos operadores. O treinamento em simuladores é uma tendência mundial, que não só acelera o aprendizado, mas também é essencial para produtividade, pois o operador tem a chance de realizar as atividades em segurança, ao mesmo tempo saber quais os pontos de melhoria para o desempenho da sua função.

fullbanner_gestao

Profissionalização da região sul-mato-grossense

Por meio do Programa de Qualificação Profissional, a Fibria formará o total de 454 operadores de máquinas florestais, sendo 136 em Água Clara, 136 Brasilândia e 182 em Três Lagoas. Os operadores contam com 452 horas de treinamento prático e teórico. Para as atividades práticas, são reservadas 280 horas, que incluem aulas com os simuladores, e também exercícios técnicos para derrubada e processamento de árvores com a máquina de colheita tipo Havester e, para carga e descarga com a máquina tipo Forwarder. Após a formação, os operadores estarão preparados não só para atender à demanda da nova unidade de produção de celulose de eucalipto da Fibria, mas também a do mercado, que permanece aquecido para categoria capacitada.

Você Sabia?

As novas máquinas florestais do tipo Havester e Forwarder possibilitarão custos de produção bastante competitivos por possuir alta tecnologia. A produtividade também está aliada não só ao treinamento dos operadores, mas também na estrutura das máquinas, que possuem cabines equipadas com ar condicionado e os melhores padrões de conforto e segurança aos profissionais. São hidráulico-eletrônicas com alto grau de tecnologia aplicada, permitindo ao operador comandá-las por meio de joysticks elétricos, com mínimo esforço e muita precisão.

jpnews.com.br

Comente com Facebook

Comentários