Celulose Notícias

Fibria promove ação para mostrar como a indústria florestal atua na vida das pessoas

fibria

“Nossa Casa Fibria” mostra com auxílio da realidade aumentada como a matéria prima da empresa está em todos os aspectos da rotina da sociedade

fibria1

Com auxílio da tecnologia, visitantes poderão interagir com os objetos expostos (Foto: AgoraVale)

A Fibria, produtora de celulose de eucalipto, trouxe para São José dos Campos uma exposição interativa chamada “Nossa Casa Fibria”, que demonstra como a celulose está presente no dia a dia do lar de diversas maneiras.

“A casa foi construída para explicarmos o papel que uma floresta plantada tem em nossas vidas, em um ambiente próximo ao real. Queremos mostrar a tecnologia envolvida na produção da celulose, desde o cultivo e transformação em nossas fábricas, até produtos com diferentes usos e aplicações na rotina das pessoas. Além disso, também queremos falar do futuro, com uso de outros materiais, que podem tornar a nossa vida mais sustentável”, comenta Maria Luiza de Oliveira Pinto e Paiva, diretora de Sustentabilidade, Relações Corporativas e Comunicação da Fibria.

A diretora explica que o projeto existe há dois anos e foi uma maneira encontrada para divulgar na sociedade o trabalho feito pela Fibria. A casa já passou por diversos cidades brasileiras antes de chegar a São José. “Quando fazemos uma casa dessa e saímos circulando pelo Brasil, você fala com muita gente que nunca ouviu falar da Fibria e não sabe o que produzimos. E queremos as pessoas entendendo qual o papel de uma floresta plantada. Então criamos a casa itinerante, para a pessoa entrar e perceber, com auxílio da tecnologia, a relação direta da floresta na sua rotina”, destaca Maria Luiza.

curso lançamento liderança tissue
Circulando pelos cômodos, o visitante poderá interagir com os objetos expostos, por meio da tecnologia de realidade aumentada, por tablets e celulares. A casa foi montada com produtos feitos de celulose e também produtos inovadores que estão em fase de pesquisa pela empresa e em breve podem fazer parte da rotina da sociedade, como os produzidos em fibra de carbono, nanocelulose e biocombustível.

Depois de fazer toda a visita, as pessoas podem participar de um jogo interativo para testar seus conhecimentos. A casa também oferecerá diversas oficinas monitoradas para crianças como de origami, pintura, caricatura, etc. As atividades são gratuitas e as inscrições são no local.

A “Nossa Casa Fibria” ficará no Vale Sul Shopping (Av. Andrômeda, 227) até o dia 27 de setembro, com visitação gratuita durante o horário de funcionamento do local.

agoravale.com.br

Leia também:

Cartão BNDES passa a financiar a compra de celulose

Produção de celulose da Eldorado cresce 4% e Fibria anuncia aumento de preços da celulose

Suzano eleva os preços da celulose a partir de 1° de outubro

Comente com Facebook

Comentários