Celulose Notícias

Fibria pode comprar Eldorado Brasil

fibria

Rumores da venda da Eldorado aumentaram após escândalos envolvendo JBS

fibria eldorado

Não é de hoje que se comenta sobre a possibilidade de fusão da Fibria e da Eldorado Brasil, gigantes da celulose com fábricas em Três Lagoas, ou de compra uma da outra. No entanto, após os escândalos envolvendo a JBS, dos empresários Joesley e Weslley Batista, donos de um conglomerado de investimentos, entre eles a Eldorado, aumentaram-se as especulações sobre essa possível negociação.

De acordo com publicação desta quarta-feira (24), do Jornal O Globo, a Eldorado estaria no início do processo de busca de compradores, e uma das potenciais interessadas é a Fibria, segundo fontes do setor.

Além de ter uma unidade em Três Lagoas, segundo o jornal, a Fibria tem folga em caixa. Em nota, a Fibria disse que não pretende comprar a Eldorado e, não comenta rumores de mercado. A J&F não comentou a possibilidade de venda de empresas.

O Jornal Valor Econômico também publicou matéria nesta quarta-feira, com destaque para a possível venda de ativos da holding J&F com o objetivo de preservar a JBS, principal empresa de seu conglomerado de investimentos. A Eldorado estaria entre as empresas do grupo que pode ser vendida.

sao paulo

Os rumores da venda da Eldorado ocorrem desde que a empresa ainda estava em construção. Em março, tornou-se mais forte, e agora com a delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, aumentou- se a expectativa de que a holding J&F terá de vender alguns de seus negócios para preservar a principal empresa do grupo.

Ainda em delação premiada, os empresários revelaram que a Eldorado foi construído sob esquema de propina para facilitar os financiamentos à companhia, bem como do pagamento de mesada a um procurador da República para receber informações sigilosas de uma das três operações do Ministério Público Federal (MPF) que a envolveram e tiveram a intervenção de autoridades em favor de interesses da empresa.

jpnews.com.br

Comente com Facebook

Comentários