Celulose Notícias

Fibria investe em projetos sobre biodiversidade

cuidar-meio-ambiente

cuidar-meio-ambiente

A empresa Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, com filial em Três Lagoas, divulgou um edital para selecionar projetos de pesquisa que contarão com aporte financeiro da companhia.

Os projetos realizados em parceira com instituições de pesquisa e universidades já fazem parte do cronograma da empresa, no entanto, esta é a primeira vez que um edital público para selecionar os candidatos é lançando.

Serão priorizadas pesquisas que enfoquem a biodiversidade, a serem realizadas em áreas da Fibria nos seguintes estados: Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo. A escolha dos projetos será feita a partir de chamada pública e o apoio será para iniciativas que contribuam para a conservação da biodiversidade em áreas da empresa.

As propostas devem estar direcionadas a três temas: Restauração da biodiversidade, Conservação de espécies ameaçadas e Recursos hídricos, devendo ter duração entre seis e 24 meses. Os interessados devem encaminhar os projetos pelo e-mail edital.biodiversidade@fibria.com.br, até o dia 10 de outubro.

Com cerca de 350 mil hectares destinados à conservação nos estados em que atua, a Fibria tem o compromisso de contribuir para a preservação dessas áreas, segundo destaca Ana Paula Correa do Carmo, pesquisadora do Centro Tecnológico (CT) da empresa. “São áreas que abrigam ecossistemas dos biomas Cerrados e Mata Atlântica, considerados hotspot para a conservação da biodiversidade global”, explica a pesquisadora. O termo hotspot designa todas as áreas e biomas de alta biodiversidade, que são considerados prioritários para a conservação.

A Fibria já realiza várias pesquisas em suas áreas, com destaque para o monitoramento de avifauna e a Microbacia Experimental, local onde avalia a interação de suas atividades com a natureza (água, solo, fauna e flora). Com o lançamento do edital para seleção de novos projetos, a empresa busca maximizar os resultados de iniciativas que contribuam para conservar a biodiversidade.

As propostas selecionadas serão divulgadas pela Fibria no dia 31 de outubro. Podem participar instituições de ensino superior; institutos de pesquisa; associações, ONGs, sociedades técnico-científicas ou fundações sem fins lucrativos.

www.capitalnews.com.br

selo_ok

Comente com Facebook

Comentários